CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES

JAQUES

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

sábado, 13 de abril de 2019

Com sarcasmo e ironia, Jô Soares escreve carta aberta a Bolsonaro


O apresentador e humorista Jô Soares escreveu uma carta aberta ao presidente da República, Jair Bolsonaro, publicada no jornal Folha de São Paulo, nesta sexta-feira (12), usando ironia para alfinetar o presidente.

Jô criticou, de forma sutil, a declaração do presidente ao afirmar que o nazismo era um regime de esquerda e aproveitou para dizer que “também já foi motivo de chacota” por confundir o nome do filósofo dinamarquês Søren Aabye Kierkegaard, com o filósofo austríaco Ludwig Wittgenstein, “como o senhor está farto de saber”.

Jô também utiliza do sarcasmo ao dar alguns “conselhos” para o presidente, como por exemplo: “Rosa Luxemburgo não era assim chamada porque só vendia rosas vermelhas”.

Para finalizar, o humorista convida Bolsonaro para assistir seu espetáculo, “O Livro ao Vivo”, em cartaz no Teatro FAAP, em São Paulo.

“Claro que eu o colocaria na plateia à direita. Assim, o senhor, à direita, me veria no palco à direita. Só que, do meu lugar no palco, eu seria obrigado a vê-lo sempre à esquerda”, brincou.

Via Varela Notícias 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!