CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

segunda-feira, 11 de março de 2019

Oficina de atualização da vacina BCG é promovida em Petrolândia, PE



Foi promovido na última sexta-feira (8) em Petrolândia, uma oficina de atualização da vacina BCG, que foi direcionada as vacinadoras da salas de vacinas dos PSF's, onde também houve a participação das técnicas de enfermagem do bloco F do Hospital Municipal Dr. Francisco Simões de Lima, e as técnicas de enfermagem da área indígena do município. 

Na ocasião quem coordenou a oficina, foi Silvânia Silva, coordenadora municipal do Programa Nacional de Imunização (PNI), onde relatou a importância da importância de ministrar bem o uso da vacina para não haver desperdício.

Lembrando que a BCG, é a primeira vacina que o recém nascido recebe na maternidade onde ele já sai vacinado, essa vacina, no nosso município ela só é aplicada nas quartas-feiras por ser uma vacina com prazo de validade de abertura de apenas seis(6) hora, após abrir o frasco com vinte(20) doses, aonde foi feito uma logística de só abrir um vez por semana para não haver perda das doses, aonde os municípios da região também aderiram a mesma programação.

O que é a vacina BCG

A vacina é composta pelo bacilo de Calmette & Guérin, obtido pela atenuação do Mycobacterium bovis, umas das bactérias que transmitem a tuberculose. Ela é considerada obrigatória e deve ser tomada o mais cedo possível.

Doenças que a BCG previne
Essa vacina previne a tuberculose, uma doença infectocontagiosa causada pelo Mycobacterium bovis ou pelo Bacilo de Koch. Ela ataca mais comumente os pulmões, mas pode também causar infecções nos ossos, rins e meninges (as membranas que envolvem o cérebro).

A transmissão da tuberculose é direta, de pessoa a pessoa, portanto, aglomerações são o principal fator de transmissão. O doente expele, pequenas gotas de saliva ao falar, espirrar ou tossir. Elas contêm o agente infeccioso e podem ser aspiradas por outro indivíduo. Qualquer fator que gere baixa resistência orgânica, também favorece o estabelecimento da tuberculose.

A doença causa tosse seca, emagrecimento, fraqueza e falta de apetite, e pode levar a eliminação de sangue pela tosse em casos mais graves. O tratamento é demorado, levando cerca de 6 meses.

Indicações da vacina
O Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde recomenda atualmente a vacinação universal das crianças contra tuberculose. É importante que seja dada logo ao recém-nascido. Se isso não for possível, deve ser ministrada após o primeiro mês de vida. Ela pode ser tomada por crianças com sorologia positiva de HIV que não apresentam sintomas, ou filhos de mulheres soropositivas assintomáticas.


Por Redação/Fotos e informações: Silvana-Coordenadora municipal do Programa Nacional de Imunização (PNI)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!