CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

Escândalo: Débito de mais de R$180 mil é deixado por ex-presidente da Câmara de Vereadores de Petrolândia, Delano Santos, aponta atual presidente Joilton Pereira [Vídeo]




Foi na tarde desta sexta-feira (4) que o novo presidente da Câmara Municipal de Petrolândia, Joilton Pereira (PTB) convocou os vereadores e convidou membros da imprensa da cidade para acompanhar uma reunião em seu gabinete, afim de esclarecer não só para os parlamentares presentes, mas também para a população do município.

O principal assunto tratado durante a reunião foi a atual situação financeira que se encontra a Câmara Municipal, que o mesmo ao ser empossado presidente na última terça-feira, 1º de janeiro, assumiu a presidência com um débito de R$ 162.401,96 (Cento e Sessenta e Dois Mil com Quatrocentos e Um Real com Noventa e Seis Centavos), deixado segundo ele pelo ex-presidente da Casa Legislativa, Delano Santos. 

Segundo Joilton esse valor foi calculado em cima da segunda parcela do décimo terceiro que não foi paga a nenhum servidor da Casa Legislativa, e também a quitação de rescisão contratual que não foi sanada com três servidores comissionados que não foram dispensados por o ex-presidente da Câmara, Delano Santos, no dia 20 de dezembro como determina a lei, além de encargos do INSS e PASEP do mês de novembro e dezembro que não foram repassados para as contas do servidores.

De forma transparente e objetiva o novo presidente mostrou todos os documentos aos vereadores que compareceram a reunião, ao exemplo de Evaldo Nascimento (PSD), Antônio Pereira (SD), Jorge Viana (PSL), Erinaldo Alencar (PSB), Eudes Fonseca (PV) e José Luiz (PTB), além da imprensa na pessoa de Alex Santos (Blog Petrolândia Notícias) e Lúcia Xavier (Blog de Assis Ramalho).

Durante a declaração do presidente da Câmara Joilton Pereira, o mesmo afirmou que só o débito que terá que sanar com a rescisão de três funcionários comissionados são da ordem de R$18.479,96 (Dezoito Mil com Quatrocentos e Setenta e Nove Reais com mais Noventa e Seis Centavos).

Salientando que o ex-presidente Delano Santos, teve como receita anual no anos de 2018, R$ 3.017.083,82 (Três Milhões com Dezessete Mil, mas Oitenta e Três Reais e Oitenta e Dois Centavos) para fins de despesa com pessoal e com serviços e a manutenção da Casa Legislativa.  

O presidente Joilton Pereira (PTB) prometeu o que foi dito no seu discurso de posse, onde o mesmo afirmou que não iria assumir, em momento algum, algo errado que alguém deixasse na gestão da Casa Legislativa. 

Joilton ainda declarou que na próxima semana irá firmar uma denúncia junto ao Tribunal de Contas do Estado-TCE, e também ao Ministério Publico de Pernambuco, declarando também que não tem nada contra o ex-presidente Delano Santos, mas que não irá de formar alguma se responsabilizar por atos do mesmo, onde afirma que pagará sim as dividas entre funcionários comissionados e efetivos da casa, mas de forma que rege a lei apoiado pelos referentes órgãos de justiça.

Veja o vídeo completo do pronunciamento do presidente da Câmara Municipal de Petrolândia:



Por Redação/Fotos e vídeo: Alex Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!