CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES

JAQUES

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

Ciro compara transição de Bolsonaro com a de Collor

Ciro Gomes (PDT), candidato derrotado à presidência em 2018, compareceu à posse do governador reeleito do Ceará, Camilo Santana (PT), na tarde desta terça (1) na Assembleia Legislativa do Ceará, e comparou a transição do governo federal de Jair Bolsonaro (PSL) com a de Fernando Collor de Mello, em 1990.

"Tenho conversado muito com o Camilo e quando assumi o governo do Ceará era o Collor e é muito parecido, em certo aspecto menos ruim do que hoje. Havia receio e eu talvez tenha sido o governador mais respeitado de todos, porque se você se comporta com decência o governo federal tem a obrigação de respeitar o Ceará. E vamos enfrentá-lo [governo Bolsonaro] com muita dureza", disse Ciro sobre o fato de o governador Camilo Santana ser oposição ao governo Jair Bolsonaro.

Para Ciro, aos poucos a tensão entre governo federal e oposicionistas nos estados se estabiliza. "Tem muito sangue quente das eleições, a turma do Bolsonaro provocando, um certo despreparo, da destruição da majestade do cargo da presidência, mas já temos vivência disso", disse.

Via FolhaPE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!