CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES

JAQUES

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

sábado, 12 de janeiro de 2019

Carnaval 2019: governo define critérios para policiamento em desfiles, shows e festas [Vídeo]


A Secretaria de Defesa Social (SDS) anunciou, nesta terça-feira (8), os critérios definidos para reforçar a segurança pública em desfiles de blocos, festas e shows nas prévias, durante e depois do carnaval 2019, em Pernambuco. Entre as novidades anunciadas estão a descentralização das operações e a possibilidade de solicitação de efetivo por meio da internet. (Veja vídeo acima)

Durante entrevista coletiva realizada na sede da SDS, no Recife, o governo anunciou que haverá centros integrados de operação em Caruaru, no Agreste, e em Serra Talhada, no Sertão, além da unidade instalada no Recife.

A SDS disse, ainda, que vai empregar efetivo de segurança em blocos e agremiações das 10h às 2h. Nos períodos pré e pós carnaval, a segurança deve ser feita das 10h às 22h.

Segundo a SDS, os horários não podem exceder os previamente estabelecidos, mas exceções vão ser analisadas caso a caso.

Os representantes de entidades públicas, privadas, blocos e agremiações carnavalescas podem solicitar a presença do efetivo de segurança pública para os eventos até o dia 31 de janeiro. O pedido de policiamento deve ser feito pelo e-mail gtcarnaval@sds.pe.gov.br.

Na mensagem, é preciso fornecer informações como percurso de desfile ou local do evento, bem como horário de início e término. (Veja vídeo acima)

"É preciso informar a quantidade de pessoas eperadas para cada evento, para que agente tenha condições de fazer a programação. As festas gratuitas e realizadas em locais públicos são prioridade", afirmou o secretário-executivo de Defesa Social, Humberto Freire.

Segundo ele, os organizadores devem repassar todos os detalhes do desfile ou festa e tentar enviar as informações o quanto antes. "Eles devem deixar claro se pretendem contar com trio elétrico ou palco e qual a estrutura planejada. Também é preciso enviar documentos pessoais dos organizadores", observou.

Portaria
De acordo com a portaria assinada pelo secretário Antônio de Pádua e publicada no Diário Oficial desta terça, o período pré-carnaval se estende até o dia 28 de fevereiro.

O período carnavalesco propriamente dito ocorre entre os dias 1º e 6 de março. O pós-carnaval, por sua vez, vai de 7 a 17 de março.

A consolidação histórica do evento, a concentração de público, a gratuidade e o maior índice de ocorrência em anos anteriores são alguns dos critérios para atender às solicitações de policiamento em 2019.

Segundo a SDS, os pedidos de segurança pública e de vistorias de regularização devem ser atendidos conforme ordem cronológica de pedido.

Caso o evento inicie ou termine em horários fora dos pré-determinados pela SDS, é possível solicitar prorrogação ou antecipação do horário de trabalho do efetivo em até duas horas. A decisão de estender o horário, no entanto, cabe à Secretaria Executiva de Defesa Social.

A segurança pública nos eventos de carnaval também vai variar conforme a quantidade de trios elétricos e carros de som e de apoio nos eventos.

Caso utilize de 10 a 15 veículos especiais, a agremiação é considerada de grande porte. Até nove trios, a SDS considera a agremiação de médio porte. Os blocos e agremiações de pequeno porte são os que têm até quatro carros.

Essa classificação não se aplica ao Galo da Madrugada, que tem um plano de segurança especial. O clube de máscaras, o maior bloco de carnaval do mundo segundo o Guiness Book, não pode usar mais de 45 carros especiais.

Os carros utilizados pelos blocos e agremiações serão vistoriados pelo Corpo de Bombeiros, para que sejam emitidos atestados de regularidade caso não sejam constatadas anormalidades.

Vídeo:


Do G1/PE|Jornalismo NE1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!