CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES

JAQUES

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

segunda-feira, 24 de dezembro de 2018

Sete pessoas da mesma família morrem em acidente trágico em viagem de Natal

(Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)

Sete pessoas de uma mesma família, três adultos, duas crianças e dois bebês, morreram em um acidente na BR-153, em Porangatu, no norte de Goiás. De acordo com parentes, eles saíram de Aparecida de Goiânia, na região metropolitana da capital, para passar o Natal em uma festa com outros familiares em uma fazenda. Segundo bombeiros, o acidente aconteceu por volta do meio-dia do sábado (22) e envolveu três caminhões, um Ford Fiesta e um Siena.

No Siena, estavam o pastor Jocelio Coutinho, de 39 anos, a mulher dele, Gislene Severo da Silva Coutinho, de 33 anos e a filha do casal, a pequena Ana Beatriz, de 4 meses de vida. Também estava o outro filho do casal, Davi Lucas, de 5 anos, e Mariana Caroline da Silva, sobrinha de Gislene. Todos morreram.

Já no Fiesta estavam o irmão de Gislene, Geurivanio Severo da Silva, de 39 anos, a mulher dele, a técnica em enfermagem Grazielli Viviane de Sousa Silva, de 31 anos, e três filhos do casal, sendo uma menina de 3 meses e dois meninos de 4 e 11 anos. Grazielli e a bebê, Beatriz Gabrielle, morreram no acidente.

Eles estavam indo encontrar outros familiares em uma festa de Natal. Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal/Marli

“Eles iam passar o Natal na fazenda da irmã deles, filha do meu ex-marido. Estavam todos muito felizes, iam levar as bebês para que ela conhecesse”, contou ao G1 Marli Silva, mãe de Gislene e Geurivanio. “Jocélio estava dirigindo e no banco da frente estava Mariana. O pai dela estava no Pará e ia encontrar depois com eles em Poragatu. Gislene estava atrás com os filhos”, relatou à publicação.

No acidente, a menina Ana Beatriz foi arremessada do Siena, que ficou carbonizado. A gartotinha morreu no Hospital Municipal de Porangatu. Geurivanio quebrou a clavícula e o menino de 4 anos fraturou a perna e a mandíbula. Já o outro de 11 anos não sofreu ferimentos. Dois motoristas de caminhões ficaram feridos e foram levados ao hospital, o terceiro não se feriu.

De acordo com a polícia o acidente foi causado por um dos caminhoneiros. “O caminhão encostou num dos veículos de pequeno porte, que encostou no outro. Os dois carros rodaram e foram atingidos pela carreta que seguia do Tocantins para Anápolis. Esse caminhão bateu nos dois carros e em outro caminhão”, detalhou o inspetor da Polícia Rodoviária Federal, Newton Morais. Os três passaram pelo teste do bafômetro que apontou que eles não estavam alcoolizados.

Via PA4/Ozildo Alves/G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!