CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES

JAQUES

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

PF deflagra operação que mira licitações de prefeituras de Pernambuco


A Polícia Federal (PF) em Pernambuco deflagrou na manhã desta quarta-feira (19) uma operação para apurar a suspeita de crimes contra a administração pública em três municípios do Litoral Sul do Estado. Chamada de Deadline, a operação mira licitações e a execução de contratos com recursos federais do Sistema Único de Saúde (SUS) com uma distribuidora responsável pelo fornecimento de medicamentos às prefeituras.

Desencadeada em conjunto com a Controladoria-Geral da União (CGU), a Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa) e a Receita Federal, a Deadline investiga os crimes de contra as relações de consumo, peculato e os previstos na lei de licitações, cujas penas podem chegar a 17 anos de reclusão. Cerca de 60 policiais, auditores e técnicos participam do cumprimento de mandados de busca e apreensão em sete endereços. A PF ainda não divulgou as três prefeituras que são alvos da operação e nem os endereços alvos dos mandados. Uma coletiva de imprensa nesta quarta (19), às 14h, na sede corporação, dará mais detalhes da ações.

De 2013 até este ano, as três prefeituras firmaram contratos com a distribuidora de medicamentos, que tem sede no Recife, que somados chegam a mais de R$ 12 milhões, segundo a Polícia Federal. Segundo as investigações,  documentos fiscais expedidos pela empresa referentes a vendas para esses municípios continham inconsistências que levantaram suspeitas de prática de supostos desvios de recursos públicos ou fornecimento de mercadoria em condições impróprias para consumo.

As investigações foram iniciadas após a instauração de um inquérito policial depois que a PF teve acesso ao resultado de uma auditoria realizada pela CGU, que constatou irregularidades nas licitações e na execução de contratos entre as prefeituras e a distribuidora. 

Via: Blog do Jamildo