CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES

JAQUES

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

Petrolândia | Custo anual da Câmara de Vereadores é de R$92,93 por cada habitante

Câmara Municipal de Petrolândia/Foto: Alex Santos

O levantamento feito pela ong Cidadão Fiscal e teve divulgação em vários sites e blogs nesta semana. Usou-se como base as declarações anuais entregues ao Tesouro Nacional pelos governos municipais e também pela Secretaria da Fazenda do Estado. Os dados constam no Siconfi – o Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. 

O levantamento separou os gastos por municípios, além do custo da Assembleia Legislativa de Pernambuco – Alepe, que empenhou R$774,3 milhões no ano de 2017. O legislativo estadual é o quinto mais caro do Brasil, embora Pernambuco seja apenas o sétimo estado mais populoso da federação, segundo os dados do Tesouro. 

O levantamento também mostra os gastos proporcionais de acordo com o número de habitantes, para saber quanto custa o legislativo para cada contribuinte do município. No Sertão de Itaparica, Floresta é a Câmara mais cara da região, com o custo de R$ 112,24 (cento e doze e vinte e quatro centavos) por habitante, o que lhe confere também o 19º lugar em todo o estado, sendo mais cara até que o Legislativo de Paudalho que tem 55.493 mil habitantes. 

Petrolândia, com despesas da Câmara empenhadas no valor de R$ 3.320.416,56– (R$ 92,93 por habitante) está entre os 5 municípios do Sertão de Itaparica que mais gastam com o Poder Legislativo. Além de Jatobá, que também têm custo alto: R$1.498.199,35 (R$102,29 por habitante ) – Tacaratu: R$1.642,110,60 – (R$65,68 por habitante ) e Inajá: R$1.562.936,60 – (R$69,86) por habitante ). Veja o relatório completo de Pernambuco clicando aqui.

Com informações da ong Cidadão Fiscal/Informações: Site Tarcio Viu Assim 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!