CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES

JAQUES

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

terça-feira, 18 de dezembro de 2018

“Alô Chesf e prefeitura de Paulo Afonso, é preciso urgentemente ativar o bondinho!”, apela jornalista de AL em vídeo

Reprodução Facebook – Wadson Correia

O jornalista alagoano Wadson Correia, da TV Ponta Verde, afiliada do SBT em Maceió aproveitou uma folguinha do trabalho para fazer um passeio em Paulo Afonso-BA e mostrar o complexo de usinas hidrelétricas da Chesf.

“Estive no complexo de usinas hidrelétricas de Paulo Afonso – BA. Veja como foi o passeio!”, escreveu Wadson em sua página pessoal no facebook ao postar o vídeo de sua passagem pela terra da energia.

Além das usinas, o jornalista mostrou ainda as belezas do Parque Belvedere, outro ponto turístico da cidade. Contudo, alfinetou a Chesf e a prefeitura de Paulo Afonso que não conseguem colocar novamente em funcionamento o famoso “Bondinho”.

“Alô Chesf e prefeitura de Paulo Afonso, é preciso urgentemente ativar o bondinho para aumentar ainda mais o turismo na região.”, apelou. Na reportagem, Wadson diz que o equipamento está sem funcionar há mais de 5 anos, mas sua inatividade é desde o ano de 2008, portanto há exatos 10 anos.

Vídeo:



Sobre Wadson Correia

Natural de Mata Grande-AL, Wadson Correa trabalhou em vários meios de comunicação dos diversos tipos – rádios, sites e jornais. Ele investigou o escândalo dos padres pedófilos em Arapiraca, ao lado do jornalista Roberto Cabrini, apresentador do programa Conexão Repórter, exibido no Sistema Brasileiro de Televisão, SBT. Sendo até entrevistado pelo jornalista Alberto Dines no programa Observatório da Imprensa em rede nacional, sobre o assunto.

Na época, escreveu 37 matérias sobre o escândalo no portal de notícias Cada Minuto, sendo procurado por vários canais de TV, inclusive a BBC para ajudar com as informações exclusivas que só ele tinha.

A matéria dos padres venceu o principal prêmio de jornalismo do país. Roberto Cabrini dedicou o Prêmio Esso ao jornalista alagoano Wadson Correia por sua dedicação na apuração de um assunto tão sensível e complicado de ser mostrado.

Via PA4/Ozildo Alves