CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES

JAQUES

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Haddad vira réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

O ex-prefeito de São Paulo e candidato derrotado à Presidência da República Fernando Haddad (PT) virou réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em decorrência da delação do empreiteiro da UTC Ricardo Pessoa. As informações são da Folha de S. Paulo.

O juiz Leonardo Barreiros, da 5ª Vara Criminal da Barra Funda, em São Paulo, abriu uma ação penal ao aceitar denúncia do Ministério Público sobre um suposto pedido de R$ 3 milhões para quitar dívidas de campanha.

Haddad nega irregularidades

É a primeira vez que Haddad se torna réu em ação criminal. O petista nega irregularidades e diz que acionará a Justiça para se defender.

“A denúncia é mais uma tentativa de reciclar a já conhecida e descredibilizada delação de Ricardo Pessoa”, afirmou a assessoria de imprensa de Haddad por meio de nota publicada pela Folha.

O ex-prefeito foi denunciado pelo Ministério Público de São Paulo em setembro deste ano. De acordo com a Folha, o então tesoureiro do PT, Vaccari, segundo as investigações, se reuniu com Ricardo Pessoa em abril ou maio de 2013 e pediu R$ 3 milhões em nome de Haddad para sanar as dívidas da campanha. A UTC teria negociado o pagamento de R$ 2,6 milhões.

Via PE Notícias