CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES

JAQUES

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Crise insiste em ficar instalada dentro dos cofres públicos da Prefeitura de Petrolândia; população pergunta: 'cadê os oposicionistas da eleição anterior?'


Foi antes e durante as eleições municipais de 2016 que se levantou de forma inédita quatro grupos de oposição ao governo do então ex-prefeito de Petrolândia, Lourival Simões, em quê se via a eleição do seu candidato (sucessor) ao governo que foi Ricardo Rodolfo como um verdadeiro fiasco.

Pois bem com uma diferença de apenas 50 votos do então ex-candidato à prefeito Fabiano Marques, como todo mundo já sabe. Eis que o grupo que vem há mais de 19 anos no comando da prefeitura prevaleceu. Após seis(6) meses de mandato, alegando problemas relacionado a sua saúde Ricardo renunciou, entregando assim o comando da prefeitura de Petrolândia a sua vice-prefeita Janielma Souza.

Se passaram quase dois anos que o ex-prefeito assumiu seu mandato, e mais de um ano e cinco meses que a primeira mulher na história de Petrolândia tomou posse, ao referido cargo  no município, e o que se observa que a crise financeira dos cofres públicos só piorou. Ao exemplo de falta de medicamentos na farmácia do hospital, ônibus do TFD sucateado, ambulâncias velhas, atraso de pagamentos aos fornecedores e prestadores de serviços. Sem falar da falta de manutenção e de novas construções no município, entre outros. Por um lado à prefeita culpa a crise financeira do país, por outro lado não se vê os ex-candidatos à prefeito (e seus vice) se manifestarem diante de tais problemas dos munícipes. Será que só são oposição de quatro em quatro anos, e depois invernam? Ou estão esperando que algo pior aconteça para se manifestarem. 

Lembrando e sendo justo: os vereadores que compõem o grupo de oposição até dão a cara a tapa e se manifestam cobrando algo de melhor para à população, através de requerimentos e indicações na Câmara Municipal, mas não é o suficiente. O povo quer saber, cadê aqueles modelos de oposição que se via durante a campanha de 2016, acabou? Ou deixaram de ser oposição ao governo municipal? Já que não se manifestam seja em redes sociais ou denunciando diretamente aos órgãos competentes.

Vamos aos números da eleição municipal de 2016:  

Esperamos que os problemas citados nessa reportagem se resolvam, não só em 2020. E que à cidade de Petrolândia respire dias melhores. Se alguém de situação ou oposição se sentir incomodado sendo citado nessa reportagem, estamos abertos para esclarecimentos através do contato: (87) 9.9998-3377-WhatsApp.

Por Redação/Artigo de Opinião escrito por Alex Santos | Imagem: Alex Santos