CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES

JAQUES

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Boulos na UFPE: 'O Nordeste Brasileiro deu uma lição de como se vota'

Guilherme BoulosFoto: Kleyvson Santos/Folha de Pernambuco

O ex-candidato a presidente da República pelo PSol, Guilherme Boulos, está na frente do Centro de Educação da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), nesta segunda-feira (12), realizando o ato “Amanhã vai ser outro dia”. 

"Agora mais do que nunca, essa eleição de 2018, o Nordeste brasileiro deu uma lição de como se vota. No que depender deles (Governo Bolsonaro) nós não temos nenhum motivo para crer que eles vão respeitar a constituição”, disse Boulos. 

Boulos foi ponderado quando se reportou aos eleitores do presidente eleito Jair Bolsonaro. “O erro mais grave que a gente pode cometer nesse momento é achar que todo mundo que votou no Bolsonaro é fascista. Não é”, ressaltou. Ainda afirmou que deve resistir contra a Reforma da Previdência, trabalho escravo e trabalho infantil, por exemplo.

Eugênia Lima, que disputou o Senado pela chapa majoritária de Pernambuco, lembrou do desempenho da legenda dentro do Estado. “A gente tem que ter muita esperança porque é junto de mãos dadas que a gente vai fazer a transformação nesse País. No segundo turno, a gente virou voto em todas as cidades de Pernambuco”, disse Eugênia. 

Eleita pela chapa proporcional “Juntas”, do PSol, composta por cinco integrantes, Jô Cavalcanti, destacou a iniciativa pioneira no Estado da sua candidatura coletiva. “Quebrou todos os sistemas e furou todas as bolhas que tinha que furar. A e gente vai continuar de hoje em diante nessa resistência, nós somos mulheres, e não temos medo de ir pro campo de batalha”, afirmou.

Dani Portela, ex-candidata ao Governo de Pernambuco pelo PSol, agradeceu a surpreendente votação conquistada de 188.087 votos. “ Marielle falou no plenário no dia 8 de março: ‘Eu não serei mais interrompida. E, poucos dias depois, ela foi interrompida’. Mas essa eleição mostrou que muitas ‘Marielles’ surgiram”, disse.

Guilherme Boulos (PSOL) - Crédito: Kleyvson Santos/ Folha de Pernambuco

Via FolhaPE