CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES

JAQUES

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

quinta-feira, 22 de novembro de 2018

A exemplo de Afrânio com o doce de leite, Petrolina quer transformar carne de caprinos em patrimônio cultural

Assim como aconteceu com o doce de leite de Afrânio (PE) e a cajuína no Piauí, que viraram patrimônio cultural, um projeto em Petrolina que fazer o mesmo com a carne de caprinos. O passo fundamental nesse sentido vem sendo por um Grupo de Trabalho da Manta, composto por integrantes de instituições como Embrapa Semiárido, Univasf, IF Sertão-PE, Adagro, IPA, Sebrae, Senar, UFPB, INSA, Vigilância Sanitária e 3ª SR Codevasf – além de representações de produtos e comerciantes do setor agropecuário e da indústria de carne.

Uma parte deles compareceu à Casa Plínio Amorim na última terça-feira (20), para apresentar detalhes do estudo, que começou há dez anos. O convite partiu por meio de requerimento à Mesa Diretora dos vereadores Aero Cruz (PSB) e Maria Elena (PRTB). Os dois, aliás, foram procurados pelo Grupo de Trabalho e serão responsáveis por apresentar, na Casa, um projeto de lei elevando a carne de caprinos patrimônio cultural de Petrolina.

Segundo Aero, esse novo estatus para o setor se justifica diante da grande demanda pela iguaria, somada ao número de criadores na região.

Elogiando a pesquisa coordenada pela Embrapa Semiárido, Aero disse a este Blog que o projeto não deve ser apenas dele e de Maria Elena, mas de todos os 23 representantes da Casa Plínio Amorim. “Estaremos dando nossa contribuição para que, amanhã ou depois, o nome da nossa cidade, esteja nos quatro cantos do país”, pontuou.

Via Carlos Britto