CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES

JAQUES

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

TRE-PE começa preparação de urnas; “Chance de violação é zero”, diz presidente




O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) começou a preparar nesta quarta-feira (17) as urnas eletrônicas que serão utilizadas no segundo turno das eleições no Estado. A cerimônia, que é pública, é realizada no QG das Urnas, localizado na avenida Camarão, no bairro da Iputinga, na Zona Oeste do Recife. Como a eleição para governador de Pernambuco foi definida no primeiro turno, com a reeleição de Paulo Câmara (PSB), os equipamentos são preparados apenas com o voto para presidente.
As urnas receberão uma nova mídia com todas as informações necessárias ao pleito, segundo o TRE-PE, como programas de votação, relação de eleitores da respectiva seção eleitoral, dados de partidos, coligações e nomes e fotos de todos os concorrentes aptos a disputar a eleição. Após a inserção de todos os dados, as urnas são lacradas e estarão prontas para serem usadas na eleição, no próximo dia 28 de outubro.
No QG do Recife, 130 funcionários do Tribunal preparam 5.210 urnas que serão usadas em 17 Zonas Eleitorais do Recife, Olinda, Camaragibe e São Lourenço da Mata. Ao todo, as eleições em Pernambuco usam um contingente de cerca de 20 mil urnas eletrônicas para os 6.570.072 aptos a votar nesta eleição.
Segundo o secretário de tecnologia do TRE-PE, George Maciel, as urnas preparadas para o segundo turno são as mesmas usadas no primeiro. “As urnas apenas serão reprogramadas para usar nesse segundo turno. Posteriormente testaremos os equipamentos para ver se estão funcionando normalmente e depois serão lacradas, embaladas e guardadas até a sexta-feira da antevéspera das eleições, quando serão transportadas para os locais de votação“, explicou.
O desembargador presidente do TRE-PE, Luiz Carlos Figueiredo, alertou para fake news sobre fraudes nas urnas eletrônicas. “Não existe fraude. Quem fala isso ignora o funcionamento das urnas, que são motivo de orgulho para qualquer brasileiro“, defendeu.
O único momento que há conexão com a internet é quando a mídia é retirada e levada para central. A chance de violação é zero. É muita ignorância“, completou o desembargador presidente.
Os eleitores que não votaram no primeiro turno em 7 de outubro podem votar no segundo turno mesmo que não tenham justificado a ausência. Em coletiva de imprensa logo após o encerramento da votação no primeiro turno, o TRE-PE informou que 340 urnas eletrônicas apresentaram defeito no Estado. Desse total, 186 foram substituídas, cerca de 1% da reserva preparada pelo Tribunal.