CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES

JAQUES

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Segundo jornal, Neymar vem se oferecendo para voltar ao Barça

Neymar/Foto: FRANCK FIFE / AFP

Pouco mais de um ano após ter confirmado sua transferência para o PSG, o brasileiro Neymar começa a escrever mais um capítulo de novela no futebol europeu. Segundo publicou nesta quarta-feira (17), o jornal Mundo Desportivo da Espanha, o jogador de 26 anos vem se oferecendo para voltar ao Barcelona e perguntando “o que precisa fazer” para o clube aceitá-lo de volta.

Apesar de estar atuando pelo PSG, Neymar ainda tem muita ligação com o elenco do Barça. Há dois meses, por exemplo, ele esteve na Espanha para promover um torneio de poker ao lado do zagueiro Piqué. Segundo a publicação do jornal, o camisa 10 da Seleção estaria com “saudade” da sua vida em Barcelona, além de atuar ao lado de Lionel Messi. A direção do clube culé acha “plausível” um possível retorno do craque.

Contudo, a situação não é tão simples quanto parece. De acordo com a publicação, o Real Madrid ainda tem interesse em contar com o jogador, por ele ser um desejo do presidente Florentino Pérez. Mas, a possível ida do craque da Seleção Brasileira seria mais delicada, já que o PSG teria “obrigado” o Real Madrid a emitir uma nota oficial, recentemente, afirmando não querer contratar o jogador.

De acordo com o Mundo Desportivo, Neymar junto com seus representantes se juntaram para perguntar ao Barcelona, “o que é preciso ser feito para voltar”? E a resposta da direção do clube teria sido: “Neymar precisa admitir publicamente que errou ao deixar o Barcelona. E precisa convencer o presidente do PSG a vende-lo – inclusive usando a imprensa como forma de pressão”.

Um dos empecilhos da possível volta de Neymar ao Barcelona seria a Justiça da Espanha. O atleta ainda cobra cerca de 26 milhões de euros que não teria recebido da sua renovação de contrato ainda em 2016. Jogador, clube e justiça podem entrar em um acordo para facilitar a situação.

Nos próximos dias, o Barcelona espera um novo posicionamento do jogador e dos dirigentes do PSG para abrir uma negociação.

Por: Bruno Noblat/Via FolhaPE