CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES

JAQUES

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

domingo, 7 de outubro de 2018

Em 3º nas pesquisas, Ciro vota no Ceará e diz que acredita na vitória

O candidato à Presidência da República, Ciro Gomes (PDT), votou em Fortaleza/Foto: Thiago Gadelha / AFP


O candidato à Presidência da República, Ciro Gomes (PDT), votou neste domingo (7) pela manhã em Fortaleza. Na chegada à zona eleitoral, foi recebido por sua neta Maria Clara e disse estar confiante de ir ao segundo turno das eleições. Em pesquisa divulgada neste sábado (6) pelo Instituto Datafolha, o candidato aparece em terceiro lugar com 15% das intenções de votos válidos, atrás de Bolsonaro (40%) e Haddad (25%).

"Vou no segundo turno fazer uma campanha diferente de todas as que o Brasil já assistiu, porque se eu chego ao segundo turno é porque o povo brasileiro decidiu derrotar os poderosos do baronsto financeiro, banqueiros, dos partidos políticos tradicionais, da roubalheira, da concentração de mídia e portanto é uma revolução que o povo brasileiro está pedindo", afirmou. "O que eu vou fazer é uma revolução no Brasil", completou.

Em uma referência ao adversário Jair Bolsonaro (PSL), o candidato do PDT à sucessão presidencial,  afirmou que os "arrogantes" e "despreparados" sempre se revelam nos momentos de maior emoção do país.  A crítica foi em relação a declaração feita mais cedo pelo capitão reformado, que, no momento do voto, afirmou que está confiante em uma vitória sua no primeiro turno na sucessão ao Palácio do Planalto.

"Quando uma pessoa, no dia da eleição, já se afirma vitorioso, é porque dispensa os votos das pessoas. Eu quero o voto e peço com humildade para ter uma chance de representar os brasileiros decentes e equilibrados", afirmou o pedetista.

Campanha
No sábado (6), Ciro encerrou a campanha em uma caminhada na cidade Sobral, reduto eleitoral de sua família e atualmente administrada atualmente por seu irmão, Ivo Gomes. O ato parou as principais ruas da cidade, em clima de carnaval fora de época, com apoiadores vestidos de amarelo, adesivos e bandeirões. Ao discursar, Ciro Gomes voltou a dizer que é o único que pode "vencer o ódio e unir a família brasileira".

"Eu sou o único que vence o Bolsonaro e o Haddad com larga folga e eu não quero fazer isso contra ninguém. Eu quero fazer isso para unir o povo brasileiro e dar esperança para o povo brasileiro", disse.

Via FolhaPE