CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES

JAQUES

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Ana Maria Braga briga na justiça pela autoria do personagem Louro José

A 3ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) irá julgar nesta terça-feira (15) o caso da autoria do boneco Louro José, no qual a apresentadora Ana Maria Braga e o ex-marido, Carlos Madrulha, acionaram contra os artistas Antonio Marcos Costa de Lima e Renato Aparecido dos Santos. Na ação, Ana Maria pede reconhecimento do boneco, além de um indenização de R$ 650 mil.

De acordo com a apresentadora global, ela e o ex-marido teriam idealizado e criado o personagem inspirados em um papagaio de estimação que tinham, que foi batizado em homenagem ao filho. Eles registraram Louro José na Escola de Belas Artes, mas foram surpreendidos com um pedido de anulação do registro pelos artistas responsáveis pela confecção do personagem.

Louro José foi criado em 1997, quando Ana Maria apresentava o programa “Note e Anote” na TV Record. Na época, a emissora enxergou a necessidade de um parceiro para apresentadora, que então foi criado e ganhou vida através da interpretação de Tom Veiga. Ao mudar de emissora, Ana Maria levou o personagem com ela para a TV Globo.

Via Varela Notícias