CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES

JAQUES

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Partido ratifica expulsão de Lóssio


A Rede Sustentabilidade de Pernambuco divulgou, ontem, uma nota para reforçar a decisão tomada na última sexta-feira passada pela comissão executiva nacional do partido, que expulsou o candidato ao governo pela sigla, Julio Lóssio. O texto diz que Lóssio foi acolhido pela Rede, concordou com o estatuto, com os princípios e valores do partido, mas faltou com o compromisso. A crítica diz respeito à aliança que o ex-prefeito de Petrolina fez com o coronel Luiz Meira (PRP) e o empresário Gilson Machado (PSL), ambos ligados a Jair Bolsonaro (PSL).

A nota estadual foi assinada por mais de 80 pessoas, inclusive pelo Pastor Jairinho, candidato ao Senado na chapa de Lóssio. O representante nacional da Rede no estado, Roberto Leandro, também aprovou o texto que concordava com a expulsão de Lóssio. “Essas práticas da velha política foram respondidas com firmeza pela direção da Rede e, longe de arrefecer nossos ânimos, nos impulsionam a trabalhar com mais garra e afinco para eleger Marina Silva (…) Ela será reconhecida como a única candidata capaz de neutralizar os extremos para unir o Brasil em defesa da democracia, da ética na política e de um projeto econômico e social justo e sustentável”.

Apesar da expulsão por unanimidade, Lóssio intensificou a agenda de campanha. Ele lamentou ter um tratamento diferenciado no partido. Lembrou que a própria Marina recebeu o apoio de Pedro Simon (MDB) e nem por isso foi acusada de infidelidade. Também destacou que a presidenciável não se negou a receber o apoio de Cristovam Buarque. Ambos são de partidos que já têm presidenciáveis. “Eu entendo que coligação precisa ser discutida pelo partido. Mas apoio a gente recebe. E todo apoio é bem-vindo. Quando fui procurado pelo coronel Luiz Meira e por Gilson Machado, que é meu amigo há cerca de 25 anos, eles me fizeram propostas republicanas”

Para Lóssio, o ex-deputado Roberto Leandro, que tem influência na legenda nacional, induziu a comissão executiva nacional ao erro. Já Pedro Ivo voltou a criticar que o candidato divulgou material de campanha com fotos de Bolsonaro e de Meira, que é candidato a deputado federal. Para Ivo, esse tipo de aliança prejudica o partido, que precisa atingir a cláusula de barreira. Segundo fontes do TRE, a Rede não pediu o cancelamento da candidatura de Lóssio até as 18h de ontem. Quando for solicitado, ele tem direito de recorrer da decisão.

Do Diário de PE