CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES

JAQUES

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

terça-feira, 21 de agosto de 2018

‘Ele não tem essa importância’, diz Armando sobre Paulo Câmara

O senador Armando Monteiro Neto (PTB), candidato ao governo de Pernambuco, defendeu nesta terça-feira (21), em sabatina na Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe), a autonomia do Porto de Suape, administrado pela União desde 2013. Questionado em coletiva de imprensa se atribuiria ao governador Paulo Câmara (PSB), seu adversário, a culpa dos entraves para que o Estado reassuma a responsabilidade sobre o terminal, afirmou: “não vou reduzir esse debate a Paulo Câmara, ele não tem essa importância”.

Armando Monteiro ainda aproveitou para criticar Paulo Câmara em relação à administração do complexo portuário, entregue ao PP no acordo para receber o apoio do partido nesta eleição. “Temos que qualificar a gestão”, disse Armando. “Temos que blindar influências que têm se mostrado nocivas ao Estado”.

“Há muitas mudanças que ocorreram. É bom? É ruim?”, perguntou o petebista.

Aliado de Dilma

A autonomia de Suape foi retirada durante o governo Dilma Rousseff (PT), presidente de quem Armando Monteiro foi ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior entre 2015 e 2016. “Temos sempre que considerar os erros. Havia justificativa naquele momento? Poderia existir. Hoje estamos assistindo algo que não correspondeu”, afirmou.

No ano passado, o presidente Michel Temer (MDB) marcou três visitas a Pernambuco para devolver a autonomia de Suape, mas adiou todas. O objetivo do governo ao retomar a administração do porto é de ter controle para licitar novos terminais – como o segundo terminal de contêiner, citado por Armando Monteiro -, fazer a gestão dos contratos.

Via PE Notícias