CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES

JAQUES

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

quinta-feira, 30 de agosto de 2018

“compreendo essas fraquezas humanas”, disse Temer sobre Paulo Câmara


O problema do passado é que ele faz cobranças mais constrangedoras quando fala a verdade. Ninguém é inocente para acreditar que o movimento feito por Michel Temer (MDB) em entrevista à Rádio Jornal, ontem (29), lembrando todo o apoio que teve do governador Paulo Câmara (PSB), ao longo do processo de impeachment e no início da gestão, seria algo aleatório. Temer sabe que é tóxico e não se exime de usar esse poder. 

Recentemente declarou que Alckmin (PSDB) parecia o candidato do governo dele. Agora, jogou seu “apoio” corrosivo sobre o governador de PE. Disse que Paulo sempre esteve com ele, agradecendo pelo que o presidente fazia por PE. Disse mais: “Ele (Paulo) votou pelo impeachment, sem que eu pedisse”. Por quase 30 minutos, Temer falou à Rádio Jornal e, por mais que tenha omitido números específicos de verbas que não vieram para o Estado, não mentiu sobre o apoio do PSB à gestão dele.

É isso, quando você renega o passado, basta ele falar a verdade para constranger você. Para completar, o passado tem uma forma interessante de justificar o próprio abandono. Temer justificou Paulo: “Ele tá num período eleitoral, precisa de alguém pra bater”. E completou: “compreendo essas fraquezas humanas”.

O silêncio pode ser ensurdecedor e a fala pode ser muda. Em se tratando de um presidente que mais está contando tempo do que trabalhando, a resposta de Paulo Câmara à entrevista acabou legitimando um Temer quase oculto. Seria o momento de ignorar e desconstruir aos poucos. Precipitação não ajudou. 

A entrevista movimentou a cena política do Estado. O governador, que já havia entrado ao vivo para responder, ainda enviou texto negando que apoie ou tenha apoiado Michel Temer em algum momento.

A oposição aproveitou. Horas após a entrevista, quase todos os membros da oposição já tinham enviado texto reforçando a fala do presidente e dizendo que “Paulo sempre apoiou Temer e tenta esconder isso”.

Pinga-Fogo/Via PE Notícias