CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES

JAQUES

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Aliados de Lula fazem ato para pressionar TSE

O PT vai registrar a candidatura do ex-presidente Lula no TSE, nesta quarta (15)Foto: Miguel Schincariol/AFP

Em meio à mudança de comando no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e à insegurança jurídica, o PT realiza, nesta quarta-feira (15), ato em frente à Justiça Eleitoral, em Brasília, para celebrar o registro de candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à Presidência da República. Diversas lideranças de PT, PSB, PCdoB e PSOL estarão presentes. A ministra Rosa Weber, que assumiu ontem a Corte, terá a responsabilidade de julgar o pedido petista.

O governador Paulo Câmara (PSB), candidato à reeleição, estará presente em Brasília, ao lado de Humberto Costa e Luciana Santos. Apesar de manter a estratégia de apresentar Lula como o candidato, o PT já estuda apresentar Haddad nas inserções estaduais.

Além dos pernambucanos, caravanas com militantes prometem se mobilizar no entorno do TSE para endossar o conteúdo político e pressionar a Corte. Apesar de já ter votado contra a prisão após condenação em segunda instância, Rosa defendeu, em abril, a colegialidade e disse ser contra mudanças rápidas na jurisprudência.“Acreditamos, sobretudo, na força do povo, mas do que acreditar numa mudança jurídica. Queremos garantir que ele (Lula) seja eleito nas urnas”, ponderou Vivian Farias, da direção nacional do PT. “Este (ato) é um apelo à democracia e a legalidade democrática para que Lula possa concorrer idoneamente à eleição”, agregou.

Via FolhaPE/Política