CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES

JAQUES

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

segunda-feira, 23 de julho de 2018

Marília Arraes se contradiz ao fechar acordo com deputado que votou a favor do impeachment de Dilma


A vereadora do Recife e pré-candidata ao governo de Pernambuco, Marília Arraes (PT-PE), vem se destacando nas pesquisas eleitorais do estado com um bom percentual de intenções de votos. No último levantamento, por exemplo, a petista aparece empatada tecnicamente com o atual governador Paulo Câmara (PSB-PE) depois de ficar quase cinco pontos atrás do Chefe do Executivo Estadual.

Em grande ascensão nas pesquisas, Marília, desde o início de sua caminhada, atacou uma possível aliança do PT com o PSB no estado, já que os socialistas pernambucanos foram todos – cinco no total – a favor do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, em 2016.

Contudo, aparentemente, a possível candidatura da petista tem prevalecido mais do que a coerência do seu discurso. Isso porque, nesta segunda-feira (23), o deputado federal João Fernando Coutinho (PROS), que fazia parte do PSB-PE até março deste ano, confirmou ao FolhaPE seu apoio em favor de Marília. O anúncio oficial deve acontecer ainda nesta segunda.

Com a aceitação do apoio do deputado, Marília se contradiz e faz exatamente o que tanto criticou: uma aliança com “aqueles que articularam o golpe”. Fechando essa aliança com o parlamentar, a vereadora do Recife demonstra infidelidade a um dos pilares da sua caminhada, que é o rompimento com os defensores do impeachment de Dilma.

João Coutinho foi um dos deputados que fizeram coro para a aprovação do pedido de impeachment da ex-presidente na Câmara dos Deputados e votou contra Dilma. “Meu voto é pela abertura do processo de impedimento”, disse à época, quando integrava o PSB.

Vale lembrar que ainda há a possibilidade do PT fechar uma aliança com o PSB em Pernambuco, o que rifaria a candidatura da petista. No entanto, recentemente, segundo o jornal O Globo, Lula teria acenado a favor da campanha de Marília. Com o impasse, a pré-candidata segue pelo estado com o aval do maior líder do PT e mostra que tem força.

Via Waldiney Passos