CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES

JAQUES

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

terça-feira, 31 de julho de 2018

Candidatura de João Campos continua gerando desavenças em Pernambuco, diz Folha de S.Paulo


A pré-candidatura do filho do ex-governador Eduardo Campos, João Campos, pode estar sendo um dos motivos para desavenças no meio político pernambucano. De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, parlamentares do PSB e de outras legendas aliadas que irão tentar a reeleição na Câmara dos Deputados se mostram insatisfeitos.

De acordo com a reportagem, um dos prováveis insatisfeitos é o ex-secretário estadual de Turismo, o deputado federal Felipe Carreras (PSB), o mais votado em Recife na eleição de 2014. Ele teve que começar a “dividir” algumas áreas da capital pernambucana com João. Carreras, ainda de acordo com a matéria, tem visto vereadores da base do prefeito Geraldo Júlio (PSB) migrarem para a pré-candidatura de Eduardo. 

 Em meados deste mês, Felipe Carreras chegou a se posicionar sobre a novela envolvendo a possível aliança do PSB com o PT. O socialista disse, por meio do Twitter, que não vota no ex-presidente Lula e em nenhum candidato petista. Por sua vez, o filho de Eduardo disse considerar “natural” a possível aliança entre o PSB e PT em Pernambuco.  

O ex-chefe de gabinete do governador Paulo Câmara, durante uma entrevista, justificou que o momento de acirramento só tem feito mal à vida das pessoas. “É importante que se deixe divergências de lado e se busque convergências em torno de objetivos que possam melhorar a vida das pessoas”, salientou. 

Além de cotado para ser o deputado federal mais bem votado em 2018, assim como Carreras, João Campos também é especulado como candidato a prefeito em 2020. A vitória pode credenciá-lo para ser o candidato majoritário como prefeito do Recife. 

Via PE Notícias