CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES

JAQUES

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

quinta-feira, 31 de maio de 2018

Armando intensifica reuniões e começa a montar equipe de coordenação

O senador Armando Monteiro (PTB), que será oficializado como candidato a governador pela frente de oposição em Pernambuco, no evento que foi remarcado para o dia 11 de junho, afirmou que, até lá, se concentrará em fazer articulações políticas e montar sua equipe de campanha. Na sua opinião, o anúncio foi novamente remarcado em razão da crise de abastecimento, que poderia impedir alguns aliados de se deslocarem do interior para a capital.

Segundo ele, no evento, devem ser anunciados os nomes que irão compor sua equipe de coordenação. Além disso, ele não descarta a possibilidade de fechar outros nomes que irão compor a majoritária, além do deputado federal Mendonça Filho (DEM), que tentará uma vaga no Senado. “Pode ser que até lá possamos anunciar outro nome. Nós nos encontramos sempre em Brasília. Estive ontem com todos. Hoje de manhã tive com Bruno, com Daniel, com Fernando (Filho), com Mendonça”, revelou.

Armando também colocou que o novo adiamento “foi causado por esta situação que estamos vivendo”. “Pessoas do interior que também viriam estão preocupadas com os problemas gerados por este rescaldo da greve. Então a gente quer fazer um ato que possa contar com a presença de todo mundo. Não há problema em ajustar isso. É exclusivamente isso. Nesse contexto não tinha como insistir na data”, disse.

Mendonça
Ainda nesta quarta (30), Mendonça Filho assumiu que seu nome será indicado para disputar o Senado, neste ano, pelo bloco de oposição. De acordo com ele, sua trajetória o credencia para assumir o desafio. “Estou à disposição dos pernambucanos. Tenho consciência que trabalhei muito na vida como deputado estadual, federal, secretário de estado, vice-governador, governador e recente como ministro. Quero continuar trabalhando para atender os interesses de Pernambuco. Então vamos aguardar. Estou aí para somar e fazer com que a política volte a ter confiança do povo”, disse. 

Com informações de Ulysses Gadêlha, repórter de Política da Folha de Pernambuco