CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

PF prende em Orocó um dos maiores traficantes do Nordeste


Um dos maiores traficantes de maconha do Nordeste foi preso numa operação realizada pela Polícia Federal em Orocó, no Sertão do São Francisco. O acusado, Sandoval de Souza Farias, conhecido como Neném Cobra, 34 anos, foi preso junto com a mulher Ana Lécia Nascimento Pimentel, 24 anos. As prisões aconteceram após quatro meses de investigação.

A PF tinha a informação de que Sandoval seria dono de uma roça de maconha nas ilhas do Rio São Francisco, nas proximidades de Orocó. O casal possui antecedentes criminais por tráfico e associação para o tráfico nos estados de Sergipe, Bahia, Minas Gerais, São Paulo e Pernambuco.

Policiais federais de Pernambuco e Sergipe além de policiais militares conseguiram localizar a roça na última sexta-feira. Na ocasião, o casal tentou fugir, mas acabou sendo detido. Após busca no terreno foi encontrado também uma pistola calibre 380 com 17munições intactas. No local, também foi encontrada uma moto Honda 150, preta, de placa OUZ-3535, porém não foi encontrada nenhuma plantação nem qualquer material entorpecente.

Os policiais apreenderam ainda oito aparelhos celulares. Os presos foram levados para a delegacia da Polícia Federal em Salgueiro, onde foram autuados pela  prática dos crimes contido no artigo 14 da Lei 10.826/03-Estatuto do Desarmamento (porte ilegal de arma de fogo de uso permitido, sem autorização legal. Nesse caso, as penas são de  reclusão que variam entre dois a quatro anos, além de multa.


O crime é afiançável, porém como existia mandados de prisão expedidos em aberto contra os dois por tráfico e associação nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Sergipe, eles não tiveram o direto. Após a autuação, ambos realizaram exame de corpo de delito no Instituto de Medicina Legal e, em em seguida, foram encaminhados para a Cadeia Pública e Presídio Feminino de Salgueiro, onde ficarão à disposição da Justiça de vários estados.

Em seu interrogatório Sandoval informou que após ter sido preso pela Polícia Federal de Sergipe em 2013, por tráfico de drogas, recebeu habeas corpus em 2014. E após tomar conhecimento de que havia vários mandados de prisão expedidos em seu nome de outros estados, resolveu ficar foragido quebrando a liberdade condicional, permanecendo desde então se escondendo entre a Bahia e Pernambuco.

A a mulher dele, Ana Lécia contou que também foi presa por tráfico de drogas juntamente com seu marido e cumpriu pena de três meses num presídio feminino de Aracajú, onde depois conseguiu o benefício da prisão domiciliar por dois anos. Depois que tomou conhecimento de sua condenação, resolveu então ficar foragida juntamente com seu companheiro.


De acordo com a PF, Sandoval seria responsável pela distribuição de grandes quantidades de drogas para todo o Nordeste, fazendo uma ponte de distribuição de drogas do sertão de Pernambuco e da Bahia e outros municípios vizinhos. “A prisão dele era algo almejado não só pelas polícias de vários estados como também pelo poder Judiciário”, informou o assessor de Comunicação Social da PF, em Pernambuco, Giovani Santoro.

O Juiz de Minas Gerais ao tomar conhecimento de sua prisão, emitiu um ofício elogiando a eficácia da equipe que participou da sua efetiva prisão. Segundo a PF, investigações apontam que os carregamentos de drogas entregues pela quadrilha que ele faz parte tenha chegado a mais de seis toneladas de maconha.


Via: Portal Nayn Neto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!