CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES

JAQUES

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

segunda-feira, 9 de julho de 2018

Três torcedores ficam feridos em briga de organizadas no Recife


Momentos de pancadaria foram protagonizados nos arredores do estádio do Arruda antes da partida entre Santa Cruz e Remo, pela Série C do Campeonato Brasileiro. Segundo informações de testemunhas que presenciaram um espancamento na rua Cônego Barata, no bairro da Tamarineira, a confusão se deu entre membros das torcidas organizadas de Sport e Santa Cruz. Há, no momento, a confirmação de três torcedores feridos. Todos, inclusive, já socorridos. De acordo com a Polícia Militar, viaturas do 11º e do 13º Batalhão de Polícia Militar (BPM) foram acionadas e realizam buscas na região. Até o momento, ninguém foi detido.

A presença de torcedores da organizada do Sport em um jogo do Remo no Recife se dá pelo fato de existir uma “aliança” entre as uniformizadas. Vale lembrar que, por conta de conflitos anteriores, essa torcida da equipe paraense está impedida de entrar no Arruda.
No mês de maio, inclusive, houve uma emboscada dos torcedores tricolores a um ônibus da torcida do Remo, que acabou apedrejado, após uma partida em João Pessoa. Ao que tudo indica, a confusão foi um revide por conta de uma briga uma semana antes, no aeroporto de Belém.

A reportagem também conseguiu conversar com um rapaz, bastante ferido, que estava nas proximidades do Arruda. Sem querer se identificar, ele afirmou que tinha 19 anos e que não sabia o motivo da agressão. “Acho que me confundiram com algum torcedor da Jovem”, disse o rapaz, que teve a carteira e o celular roubado. Ele não quis registrar Boletim de Ocorrência.

Cenas lamentáveis
Diversos vídeos enviados para o Portal FolhaPE mostram as cenas de violência protagonizadas pelas torcidas organizadas nas ruas do Recife. Imagens mostram pelo menos quatro vítimas diferentes. Caminhando em um grupo enorme, torcedores davam gritos de ordem pelas ruas e agrediam rivais que encontravam pelo caminho com com murros, chutes, pedaços de pedra, madeira e ferro. "Vai pra casa. Aqui é inferno, filho da P&%@", diz um dos agressores, enquanto filma um rapaz caído no chão, sangrando muito e aparentemente desacordado, com camisa azul piscina e uma calça jeans abaixada, com glúteos a mostra. "Esse aí já era viu. Já era papai", diz outro, em tom de comemoração, ao registrar os momentos em que os agressores se afastam e deixam a vítima caída no asfalto.

Outro homem, com camisa vermelha e bermuda azul e vermelha, é filmado também bastante ensanguentado, levando um chute na cabeça. "É mais um viu. Mais um @#$%&#", gritava um dos agressores, ao filmar com o próprio celular um vídeo de nove segundos.

Além dos torcedores envolvidos na briga, moradores da região, assustados, registraram as agressões. Um dos vídeos mostra quando um homem de camisa preta e bermuda azul é cercado por dezenas de torcedores que davam murros e chutes nele. A pancadaria só termina com a chegada da polícia, momento em que os agressores correm e deixam a vítima no chão. Além das agressões de três vítimas registradas em vídeos, o FolhaPE recebeu uma foto de um quarto rapaz, um jovem com uma camisa preta e laranja, com rosto ensanguentado e cueca a mostra após ter tido a bermuda removida. 


Torcedores feridos
Duas viaturas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram enviadas para atender as vítimas. De acordo com equipes do Samu, duas vítimas de agressão foram levadas por eles para o Hospital da Restauração (HR), no bairro do Derby, também no Recife. A terceira vítima foi socorrida por uma equipe do Corpo de Bombeiros (CB).

Um homem, que não teve a identidade revelada, deu entrada no HR com traumatismo craniano.  Ainda não se sabe o quadro de saúde dos outros torcedores machucados.

Via FolhaPE