CLIMAGEM

CLIMAGEM

JAQUES

JAQUES

BANNER MORIÁH

BANNER MORIÁH

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

AZENKA

EXCURSÃO DE PETROLÂNDIA A ARACAJU

EXCURSÃO DE PETROLÂNDIA A ARACAJU

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Familiares prestam homenagens a Armando Monteiro Filho

Missa foi celebrada na Igreja Madre de Deus, no Bairro do Recife/Foto: Arthur Mota/Folha PE

Familiares do ex-ministro Armando Monteiro Filho, falecido no último dia 2 de janeiro, se disseram agraciados pela quantidade de homenagens prestadas durante a missa de sétimo dia do empresário e político, realizada nesta segunda-feira (08.01). A celebração, que aconteceu na Igreja Madre de Deus, no Bairro do Recife, foi conduzida pelo padre Luciano Brito, da paróquia de São Paulo Apóstolo, de Jardim São Paulo, zona oeste do Recife.

"Desde o dia 2 de janeiro, quando nós recebemos o diagnóstico de que Dr. Armando tinha falecido que a imprensa, as redes sociais, o mundo político e empresarial, os formadores de opinião ulularam ele de grandes homenagens, fazendo justiça à história dele, que era um homem plural, um homem de lanheza no trato, um homem de convicções muito firmes, um homem que construiu ao longo da sua vida uma legião de amigos", afirmou o filho Eduardo Monteiro, presidente do grupo EQM.

Emocionado, o senador Armando Monteiro Neto (PTB) disse poucas palavras de exaltação à figura do pai. Armando Neto, que seguiu os passos do pai, também é empresário, já foi presidente da FIEPE, CNI e ex-ministro do governo Dilma Rousseff (PT). "É um momento de muita emoção para todos nós, são manifestações muito comoventes. Ele deixa um legado, sobretudo, pela sua dimensão humana, pelo que ele representou como pessoa, generosa, fraterna e solidária", colocou.

A filha mais velha de Armando Monteiro Filho, Letícia Monteiro, leu um agradecimento durante a cerimônia e também rendeu homenagens ao pai, falando de suas virtudes e ensinamentos. "A família só tem que agradecer muito o carinho. Isso é a cara de meu pai, ele cultivava essas amizades o tempo todo, então eu acho que é um pouco a missão da gente, cultivar esse carinho, essas amizades todas. Ele tá sendo homenageado pelo homem que ele foi, não pelo político, nem pelo empresário. É pelo homem que ele foi", declarou.

Via FolhaPE