CLIMAGEM

CLIMAGEM

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

sábado, 28 de outubro de 2017

Na Inglaterra, Fernando Bezerra conhece usina nuclear modelo

Fernando Bezerra Coelho em visita na Inglaterra/Foto: Divulgação

Na Inglaterra, em missão oficial representando o Senado Federal, o senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB) visitou, nesta quinta-feira (26), a usina nuclear de Sizewell B, localizada no condado de Suffolk. Operada pela empresa francesa EDF, Sizewell B é uma das maiores usinas de todo o Reino Unido. O peemedebista esteve no local acompanhado do embaixador do Brasil em Londres, Eduardo dos Santos, e do representante do Ministério de Energia britânico, Henry Primarolo. 

Fernando Bezerra Coelho viajou a convite da Embaixada Brasileira, na condição de integrante da Comissão Mista Permanente sobre Mudanças Climáticas (CMMC).

Na usina, o senador conversou com técnicos e engenheiros nucleares, que explicaram que a energia nuclear representa 21% da matriz energética do país. Eles detalharam que as medidas de segurança são bastante rigorosas e demonstraram que a emissão de carbono, a partir deste tipo de modelo, é baixa. 

Primarolo revelou ao senador brasileiro que o governo inglês autorizou recentemente a construção de mais uma usina nuclear, chamada de Hinkley Point C, na cidade de Somerset, no sudoeste do país. O empreendimento irá gerar 5.600 empregos diretos, enquanto outros 900 postos de trabalho serão criados durante as obras. Hinkley Ponit C deve começar a gerar energia em 2025. 

Em Londres, durante as agendas, o senador manteve contatos com autoridades públicas, privadas e do terceiro setor sobre mudanças climáticas, geração de energia, fontes renováveis e oportunidades de acordos bilaterais entre brasileiros e ingleses. 

Por Folha PE/Política 

“Foram debates importantes para que pudéssemos observar as experiências e soluções adotadas numa sociedade extremamente industrializada, mas que tem se comprometido a baixar os níveis de poluição. Acredito que conversas iniciadas aqui irão render frutos para o Brasil, tanto do ponto de vista comercial, quanto na colaboração para a ciência e tecnologia”, afirmou Fernando Bezerra Coelho.