CLIMAGEM

CLIMAGEM

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

LOJA FRANCK ELETRO

LOJA FRANCK ELETRO

FRIGORÍFICO J & R CARNES & CIA

FRIGORÍFICO J & R CARNES & CIA

Italínea

Italínea
BREVE EM PETROLÂNDIA

PANIFICADORA DOCE PÃES

PANIFICADORA DOCE PÃES

CHURRASCARIA COME-SE BEM

CHURRASCARIA COME-SE BEM

SENHORINHA GÁS

SENHORINHA GÁS
O GÁS MAIS BARATO DA CIDADE

LOJA D' BRUM

LOJA D' BRUM

CLÍNICA ODONTOLÓGICA ANTÔNIA LOPES

CLÍNICA ODONTOLÓGICA ANTÔNIA LOPES
CIRURGIÃO DENTISTA DR. FÁBIO LOPES

CLÍNICA E LABORATÓRIO 'JAQUES'

CLÍNICA E LABORATÓRIO 'JAQUES'

POSTO DR COMBUSTÍVEIS

POSTO DR COMBUSTÍVEIS

LANCHONETE PATRIOTA

LANCHONETE PATRIOTA

NEGUINHA SALGADOS

NEGUINHA SALGADOS

Dra. MARIA RAPHAELA COUTO

Dra. MARIA RAPHAELA COUTO

DR. ÉRICO HEBERT

DR. ÉRICO HEBERT

DR. JEFFERSON TÉCIO

DR. JEFFERSON TÉCIO

FRIGORÍFICO JB

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Vaso sanitário de ouro em museu de Nova York já foi usado por mais de 100 mil pessoas

O vaso sanitário de ouro ‘America’, do italiano Maurizio Cattelan, em exposição no museu Guggenheim, em Nova York, em foto de 30 de agosto (Foto: Reuters/Brendan McDermid)

Os amantes de arte têm mais duas semanas para se sentarem e ponderarem o significado de “America”, o nome dado a um vaso sanitário de ouro 18 quilates que está sendo exibido no museu Guggenheim em Nova York há quase um ano.

Durante esse tempo mais de 100 mil pessoas visitaram a exibição do artista italiano Maurizio Cattelan, localizada no que parece ser um típico banheiro no quinto andar do museu. “Acho que a maioria das pessoas fica bem feliz em entrar lá e ter alguns momentos para fazer uma selfie ou seja lá o que for que decidam fazer”, diz Michael Zall, diretor associado de operações de instalações do museu.

“America” encoraja uma interação inusitadamente próxima com a arte, e pretende lembrar aos visitantes de sua “humanidade compartilhada” na busca pelo sonho americano do sucesso, diz o Guggenheim em seu website.

Alguns visitantes acreditam que a obra de Catellan visa o excesso na sociedade e na arte.

“Ela se chama ‘America’. É um tipo irônico de declaração sobre riqueza e tolice na arte”, disse Avital Fryman.

Outros que estavam na fila para ver a luxuosa latrina se surpreenderam ao descobrir que ela funcionava de verdade.
“É definitivamente a primeira privada de ouro que eu já vi. Eu realmente não sabia o que esperar”, disse Hayden Tobin.
A exposição será encerrada no dia 15 de setembro.

Do G1