CLIMAGEM

CLIMAGEM

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Sport peca nas finalizações e volta a perder no Brasileiro


A partida contra o Avaí era aguardada pelos rubro-negros como a que marcaria a recuperação do Sport na Série A do Campeonato Brasileiro. Houveram promessas de mudanças tanto de peças quanto de postura. Ambas, no entanto, não foram protagonizadas pelos leoninos, ontem, na Ilha do Retiro. Apesar de boa posse de bola e domínio territorial, os pernambucanos vacilaram no quesito finalizações. Resultado: mais uma derrota acumulada na competição. Com o 1×0, construído com tento de Júnior Dutra, a equipe chegou a seis partidas seguidas sem vitórias. Estacionado com 29 pontos, o Sport caiu para a 12ª colocação no Brasileiro.

Vanderlei Luxemburgo prometeu mudanças no Sport para a partida contra o Avaí. Clara tentativa de resgatar a equipe da má fase que atravessa na Série A. Na equipe titular, apenas três, com Mena, Patrick e Everton Felipe. Sobrou, então, apostar em uma alteração de postura dos titulares mantidos. Em campo, maior posse de bola, com picos de 76% durante o primeiro tempo, e boa presença ofensiva, mesmo que pouco efetiva. No total, dez finalizações Rubro-negras, mas apenas duas no gol catarinense. Apesar de poucas, as chances existiram. O gol não saiu.

Pelo menos, não o gol leonino. A postura do Avaí era clara. Então ocupante da zona de rebaixamento, os catarinenses apostaram em atrair o Leão para o seu campo de defesa e confiar na força defensiva. Era evidente que um mau início de jogo rubro-negro, faria a pouca torcida presente nas arquibancadas colocar pressão nos jogadores em campo. Quando houvesse a oportunidade, o gol seria arriscado. E aos 26 minutos, toda a estratégia começou a fazer efeito. Após cruzamento de Juan, Junior Dutra antecipou a marcação de Henríquez e acertou um forte cabeceio para abrir o marcador. 1×0.

Após o gol do Avaí, o Sport teve minutos de apagão no jogo. Foi possível, inclusive, uma boa oportunidade de os adversários aumentarem o marcador, em lance seguinte. Magrão foi o responsável por ótima defesa. Antes do final do primeiro tempo, também houve oportunidades de os Rubro-negros chegarem ao empate. O zagueiro Henríquez, no entanto, perdeu um gol incrível, na pequena área do Avaí. Na volta para o segundo tempo, o Leão foi todo ataque. Já com Rogério, que entrou na primeira etapa na vaga de Everton Felipe, contundido, Vanderlei Luxemburgo ainda mandou a campo Oswaldo, no lugar de Rithely – que foi vaiado na substituição.

O Sport martelou a defesa do Avaí durante praticamente todo o segundo tempo. Mas o ferrolho protagonizado pelos adversários se mostrou eficiente. Impaciente, o Leão errou muitos passes e pecou na construção de jogadas ofensivas. Assim, o resultado negativo acabou confirmado. E a criste permanece instaurada na Ilha do Retiro.

Ficha técnica

Sport 0
Magrão; Samuel Xavier (Bruno Xavier), Ronaldo Alves, Henríquez e Mena; Patrick, Rithely (Oswaldo), Wesley e Everton Felipe (Rogério); Diego Souza e André. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Avaí 1
Douglas; Leandro Silva, Airton, Betão e Capa (Romulo); Judson, Simão, Pedro Castro e Juan (João Paulo); Joel (Willians) e Júnior Dutra. Técnico: Claudinei Oliveira

Local: Estádio da Ilha do Retiro.
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes/Fifa (RJ)
Assistentes: Rodrigo F. Henrique Correa/Fifa e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (ambos do RJ)
Gols: Junior Dutra (aos 26 do 1ºT)
Cartões amarelos: Diego Souza, Henríquez, Mena (Sport); Capa, Junior Dutra, Rômulo (Avaí)
Público e renda: Não divulgados

Via Folha PE