CLIMAGEM

CLIMAGEM

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

LOJA FRANCK ELETRO

LOJA FRANCK ELETRO

DRA. ANA CLÁUDIA XAVIER - FISIOTERAPEUTA

DRA. ANA CLÁUDIA XAVIER - FISIOTERAPEUTA

FRIGORÍFICO J & R CARNES & CIA

FRIGORÍFICO J & R CARNES & CIA

Italínea

Italínea
BREVE EM PETROLÂNDIA

PANIFICADORA DOCE PÃES

PANIFICADORA DOCE PÃES

CHURRASCARIA COME-SE BEM

CHURRASCARIA COME-SE BEM

SENHORINHA GÁS

SENHORINHA GÁS
O GÁS MAIS BARATO DA CIDADE

LOJA D' BRUM

LOJA D' BRUM

CLÍNICA ODONTOLÓGICA ANTÔNIA LOPES

CLÍNICA ODONTOLÓGICA ANTÔNIA LOPES
CIRURGIÃO DENTISTA DR. FÁBIO LOPES

CLÍNICA E LABORATÓRIO 'JAQUES'

CLÍNICA E LABORATÓRIO 'JAQUES'

POSTO DR COMBUSTÍVEIS

POSTO DR COMBUSTÍVEIS

LANCHONETE PATRIOTA

LANCHONETE PATRIOTA

NEGUINHA SALGADOS

NEGUINHA SALGADOS

Dra. MARIA RAPHAELA COUTO

Dra. MARIA RAPHAELA COUTO

DR. ÉRICO HEBERT

DR. ÉRICO HEBERT

DR. JEFFERSON TÉCIO

DR. JEFFERSON TÉCIO

FRIGORÍFICO JB

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Paulo Afonso: Jumento ‘cai’ por não aguentar excesso de peso em carroça

(Reprodução Facebook – ARDAP – Cortesia PA4.COM.BR)

A ARDAP (Associação Recanto dos Animais em Perigo) publicou em sua página no facebook um flagrante de maus tratos em um animal ocorrido nesta quinta-feira, feriado de 7 de Setembro em Paulo Afonso.

Na imagem é possível ver um homem tentando levantar o jumentinho que carregava sacos de um produto não identificado. Exausto, o animal não suporta tamanho peso e cai na pista. O flagrante aconteceu na pista que liga a Prainha ao BTN.

Junto com a imagem, o perfil da ARDAP publicou a seguinte mensagem:

“Foto de hoje no bairro Prainha, um dos mil exemplos de animais que são sugados até última gota sem receber amor, alimentação ou água. Até quando ?! Até quando prefeitura ?! Se existem outros meios porque não buscar evolução para nossa cidade?! Vergonha, tristeza e indignação!!!”

A postagem recebeu o apoio de diversos seguidores e compartilharam e comentaram a publicação. Um deles, de nome Agostinho Basto falou da exploração e falta de respeito pela vida:

“Absurdo! Alguns proprietários de animais usados para tração exploram seus animais até a exaustão, abusando do peso, de distâncias percorridas, sob circunstâncias de tempo e clima mesmo que desfavoráveis, sem manutenção básica necessária, como o de alimento ou água ou de assistência veterinária. Não existe o menor respeito pela vida, tudo isso é muito triste, revoltante”.

Fonte: PA4/Ozildo Alves