CLIMAGEM

CLIMAGEM

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

LOJA FRANCK ELETRO

LOJA FRANCK ELETRO

DRA. ANA CLÁUDIA XAVIER - FISIOTERAPEUTA

DRA. ANA CLÁUDIA XAVIER - FISIOTERAPEUTA

FRIGORÍFICO J & R CARNES & CIA

FRIGORÍFICO J & R CARNES & CIA

Italínea

Italínea
BREVE EM PETROLÂNDIA

PANIFICADORA DOCE PÃES

PANIFICADORA DOCE PÃES

CHURRASCARIA COME-SE BEM

CHURRASCARIA COME-SE BEM

SENHORINHA GÁS

SENHORINHA GÁS
O GÁS MAIS BARATO DA CIDADE

LOJA D' BRUM

LOJA D' BRUM

CLÍNICA ODONTOLÓGICA ANTÔNIA LOPES

CLÍNICA ODONTOLÓGICA ANTÔNIA LOPES
CIRURGIÃO DENTISTA DR. FÁBIO LOPES

CLÍNICA E LABORATÓRIO 'JAQUES'

CLÍNICA E LABORATÓRIO 'JAQUES'

POSTO DR COMBUSTÍVEIS

POSTO DR COMBUSTÍVEIS

LANCHONETE PATRIOTA

LANCHONETE PATRIOTA

NEGUINHA SALGADOS

NEGUINHA SALGADOS

Dra. MARIA RAPHAELA COUTO

Dra. MARIA RAPHAELA COUTO

DR. ÉRICO HEBERT

DR. ÉRICO HEBERT

DR. JEFFERSON TÉCIO

DR. JEFFERSON TÉCIO

FRIGORÍFICO JB

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Oposição em Pernambuco terá “prévias” para escolher candidato


Com a família Coelho agora no palanque da oposição, o bloco costura um acordo para que pesquisas definam o candidato que vai encabeçar a chapa contra o governador Paulo Câmara (PSB) nas eleições 2018. Seriam, digamos, “prévias” da oposição – com o perdão pela licença poética no uso do termo. Por esse acordo, todos os caciques da oposição são candidatos ao mesmo tempo até o começo de 2018, quando pesquisas definiriam o nome contra Paulo. O mês sugerido no grupo é janeiro.

Se a estratégia será seguida, os próximos meses dirão. No PSB, a crença é de que a coesão desse grupo tende a falhar por vaidade e projetos de poder distintos. Já na oposição, se diz que o desejo de derrotar o PSB une o grupo, a despeito de projetos pessoais.

A ideia das “prévias” é que todos aceitariam a impessoalidade dos números – intenção de votos e rejeição de cada um: ministros Mendonça Filho (DEM) e Bruno Araújo (PSDB), senador Armando Monteiro (PTB) e o ministro Fernando Filho (PSB), colocado no conjunto pelo pai, o senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB). Pela última pesquisa Uninassau, de abril, o nome seria Armando.

A eleição será em 12 meses. Mas já é campanha na oposição, em suas “prévias” para a escolha do candidato. Em 2016, o PMDB fez 17 prefeitos, 15 vice-prefeitos e 160 vereadores em Pernambuco. Em 12 municípios, ficou em segundo lugar. O partido tem hoje três deputados estaduais.

Por Giovanni Sandes