CLIMAGEM

CLIMAGEM

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

LOJA FRANCK ELETRO

LOJA FRANCK ELETRO

DRA. ANA CLÁUDIA XAVIER - FISIOTERAPEUTA

DRA. ANA CLÁUDIA XAVIER - FISIOTERAPEUTA

FRIGORÍFICO J & R CARNES & CIA

FRIGORÍFICO J & R CARNES & CIA

Italínea

Italínea
BREVE EM PETROLÂNDIA

PANIFICADORA DOCE PÃES

PANIFICADORA DOCE PÃES

CHURRASCARIA COME-SE BEM

CHURRASCARIA COME-SE BEM

SENHORINHA GÁS

SENHORINHA GÁS
O GÁS MAIS BARATO DA CIDADE

LOJA D' BRUM

LOJA D' BRUM

CLÍNICA ODONTOLÓGICA ANTÔNIA LOPES

CLÍNICA ODONTOLÓGICA ANTÔNIA LOPES
CIRURGIÃO DENTISTA DR. FÁBIO LOPES

CLÍNICA E LABORATÓRIO 'JAQUES'

CLÍNICA E LABORATÓRIO 'JAQUES'

POSTO DR COMBUSTÍVEIS

POSTO DR COMBUSTÍVEIS

LANCHONETE PATRIOTA

LANCHONETE PATRIOTA

NEGUINHA SALGADOS

NEGUINHA SALGADOS

Dra. MARIA RAPHAELA COUTO

Dra. MARIA RAPHAELA COUTO

DR. ÉRICO HEBERT

DR. ÉRICO HEBERT

DR. JEFFERSON TÉCIO

DR. JEFFERSON TÉCIO

FRIGORÍFICO JB

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Bombeiro encontra bebê que ajudou a salvar por telefone no Grande Recife

Bombeiro Edson Mendes esteve na casa família, no Cabo de Santo Agostinho, nesta terça-feira (22) (Foto: Reprodução/TV Globo)

Com um sorriso estampado no rosto, o soldado do Corpo de Bombeiros Edson Mendes colocou nos braços a bebê que salvou de um engasgo na madrugada da segunda-feira (21). Por telefone, o bombeiro acalmou a amiga da família e ajudou a reanimar a pequena Thaís Vitória, de 20 dias. Nesta terça-feira (22), família e salvador eram só gratidão e alegria. 

“Devolver a alegria, o sorriso da criança aos país não tem preço que pague. É só gratidão. Já tive outras ocorrências do tipo e cada uma delas tem sua particularidade. É gratificante também poder ajudar a pessoa que está bastante nervosa [do outro lado da linha]”, pontuou Edson.

Pai de dois filhos, um de 14 anos e uma de um ano e nove meses, o soldado mostrou destreza e muito carinho ao segurar a bebê nos braços. Enrolada em uma manta rosa, ela dormia tranquilamente enquanto Edson olhava para ela.

O susto ocorreu de madrugada, quatro horas após Thaís Vitória ter mamado às 00h, no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife. Desesperada, a mãe da criança, Verônica da Rosa, não conseguia desengasgar a filha. Foi a amiga da família, Rita Teodora, que mora na mesma casa, responsável por executor os primeiros socorros.

“Me levantei para arrumar as coisas para o meu esposo sair quando fui para o banheiro. No caminho, vi ela [mãe da bebê] e a mãe [avó] agoniadas no quarto. Entrei para ver o que era, peguei Thaís e vim para a sala. Eu não estava conseguindo reanimar ela. Ela soltava uma babinha branca”.
A primeira reação de Rita foi ligar para a cunhada, que até tentou ajudar por telefone, mas sem êxito. “Retornei a ligação e a bebê não tinha desengasgado. Mandei ela ligar para o 193”, contou Elizangela Maria Araújo.

Thaís Vitória engasgou e assutou a família, que mora no Cabo de Santo Agostinho (Foto: Reprodução/TV Globo)

Do outro lado da linha, Edson aguardava a ligação em seu plantão. Com uma voz calma, mas assertiva, ele orientou passo a passo o que Rita deveria fazer. Perguntava a todo instante a reação da pequena, queria saber se o procedimento estava ocorrendo bem. “Chorou?”, perguntava.

Mesmo com o sucesso nos primeiros procedimentos, os bombeiros enviaram uma viatura de resgate para a casa onde vive a família. Na residência, no distrito de Ponte dos Carvalhos, a equipe avaliou o quadro de saúde da criança. Em situação confortável, o bebê seguiu para o Hospital Infantil do Cabo, para realização de um exame completo. Thaís Vitória passa bem e já está em casa.

“Tenho que agradecer primeiramente a Deus e a ele por ficar me acalmando. Estava muito nervosa porque não conseguia fazer o procedimento. Só quero agradecer a ele, pedir que Deus o abençoe e que continue com essa tranquila”, disse Rita pessoalmente a Edson, heróis por um dia.

Reencontro do bombeiro com a bebê que ajudou a salvar através de ligação telefônica (Foto: Reprodução/TV Globo)

Do G1/Caruaru