CLIMAGEM

CLIMAGEM

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Bombeiro encontra bebê que ajudou a salvar por telefone no Grande Recife

Bombeiro Edson Mendes esteve na casa família, no Cabo de Santo Agostinho, nesta terça-feira (22) (Foto: Reprodução/TV Globo)

Com um sorriso estampado no rosto, o soldado do Corpo de Bombeiros Edson Mendes colocou nos braços a bebê que salvou de um engasgo na madrugada da segunda-feira (21). Por telefone, o bombeiro acalmou a amiga da família e ajudou a reanimar a pequena Thaís Vitória, de 20 dias. Nesta terça-feira (22), família e salvador eram só gratidão e alegria. 

“Devolver a alegria, o sorriso da criança aos país não tem preço que pague. É só gratidão. Já tive outras ocorrências do tipo e cada uma delas tem sua particularidade. É gratificante também poder ajudar a pessoa que está bastante nervosa [do outro lado da linha]”, pontuou Edson.

Pai de dois filhos, um de 14 anos e uma de um ano e nove meses, o soldado mostrou destreza e muito carinho ao segurar a bebê nos braços. Enrolada em uma manta rosa, ela dormia tranquilamente enquanto Edson olhava para ela.

O susto ocorreu de madrugada, quatro horas após Thaís Vitória ter mamado às 00h, no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife. Desesperada, a mãe da criança, Verônica da Rosa, não conseguia desengasgar a filha. Foi a amiga da família, Rita Teodora, que mora na mesma casa, responsável por executor os primeiros socorros.

“Me levantei para arrumar as coisas para o meu esposo sair quando fui para o banheiro. No caminho, vi ela [mãe da bebê] e a mãe [avó] agoniadas no quarto. Entrei para ver o que era, peguei Thaís e vim para a sala. Eu não estava conseguindo reanimar ela. Ela soltava uma babinha branca”.
A primeira reação de Rita foi ligar para a cunhada, que até tentou ajudar por telefone, mas sem êxito. “Retornei a ligação e a bebê não tinha desengasgado. Mandei ela ligar para o 193”, contou Elizangela Maria Araújo.

Thaís Vitória engasgou e assutou a família, que mora no Cabo de Santo Agostinho (Foto: Reprodução/TV Globo)

Do outro lado da linha, Edson aguardava a ligação em seu plantão. Com uma voz calma, mas assertiva, ele orientou passo a passo o que Rita deveria fazer. Perguntava a todo instante a reação da pequena, queria saber se o procedimento estava ocorrendo bem. “Chorou?”, perguntava.

Mesmo com o sucesso nos primeiros procedimentos, os bombeiros enviaram uma viatura de resgate para a casa onde vive a família. Na residência, no distrito de Ponte dos Carvalhos, a equipe avaliou o quadro de saúde da criança. Em situação confortável, o bebê seguiu para o Hospital Infantil do Cabo, para realização de um exame completo. Thaís Vitória passa bem e já está em casa.

“Tenho que agradecer primeiramente a Deus e a ele por ficar me acalmando. Estava muito nervosa porque não conseguia fazer o procedimento. Só quero agradecer a ele, pedir que Deus o abençoe e que continue com essa tranquila”, disse Rita pessoalmente a Edson, heróis por um dia.

Reencontro do bombeiro com a bebê que ajudou a salvar através de ligação telefônica (Foto: Reprodução/TV Globo)

Do G1/Caruaru