CLIMAGEM

CLIMAGEM

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Luxemburgo testemunhará em ação penal envolvendo Lula


Na ação penal que envolve o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o seu filho, o empresário Luís Cláudio Lula da Silva, foram enumerados, como testemunhas de defesa, 81 nomes. A lista inclui os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Dilma Rousseff, os ex-mandatários franceses François Hollande e Nicolas Sarkozy e até o técnico do Sport, do Recife, Vanderlei Luxemburgo. A informação foi divulgada pelo “Blog do Fausto”, na versão online do “Estadão”.

No processo, será avaliada a participação de Lula e de seu filho em um suposto esquema de tráfico de influência para viabilizar medidas provisórias e a aquisição de caças pelo governo federal.

Em peça enviada à Justiça Federal, os advogados de Lula não detalharam os motivos da indicação de cada testemunha. Vale lembrar que, por lei, isso não é necessário. A defesa pode desistir de alguns depoimentos no transcorrer do processo, inclusive.

Todas as testemunhas foram autorizadas pelo desembargador Néviton Guedes, do Tribunal Regional Federal da 1.ª Região (TRF-1). Essa postura foi tomada após analise de um recurso da defesa de Lula contra decisão do juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10.ª Vara Federal, em Brasília. O magistrado havia limitado o número de depoentes a 32.

Além do crime de tráfico de influência, Lula é réu por lavagem de dinheiro e organização criminosa. Respondem também à ação penal o casal de lobistas Mauro Marcondes e Cristina Mautoni. Todos foram denunciados na Operação Zelotes.

O técnico Vanderlei Luxemburgo foi listado por Luís Cláudio Lula da Silva, dono de empresas de consultoria esportiva.

Fonte: FolhaPE/Esportes