CLIMAGEM

CLIMAGEM

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

LOJA FRANCK ELETRO

LOJA FRANCK ELETRO

DRA. ANA CLÁUDIA XAVIER - FISIOTERAPEUTA

DRA. ANA CLÁUDIA XAVIER - FISIOTERAPEUTA

FRIGORÍFICO J & R CARNES & CIA

FRIGORÍFICO J & R CARNES & CIA

Italínea

Italínea
BREVE EM PETROLÂNDIA

PANIFICADORA DOCE PÃES

PANIFICADORA DOCE PÃES

CHURRASCARIA COME-SE BEM

CHURRASCARIA COME-SE BEM

SENHORINHA GÁS

SENHORINHA GÁS
O GÁS MAIS BARATO DA CIDADE

LOJA D' BRUM

LOJA D' BRUM

CLÍNICA ODONTOLÓGICA ANTÔNIA LOPES

CLÍNICA ODONTOLÓGICA ANTÔNIA LOPES
CIRURGIÃO DENTISTA DR. FÁBIO LOPES

CLÍNICA E LABORATÓRIO 'JAQUES'

CLÍNICA E LABORATÓRIO 'JAQUES'

POSTO DR COMBUSTÍVEIS

POSTO DR COMBUSTÍVEIS

LANCHONETE PATRIOTA

LANCHONETE PATRIOTA

NEGUINHA SALGADOS

NEGUINHA SALGADOS

Dra. MARIA RAPHAELA COUTO

Dra. MARIA RAPHAELA COUTO

DR. ÉRICO HEBERT

DR. ÉRICO HEBERT

DR. JEFFERSON TÉCIO

DR. JEFFERSON TÉCIO

FRIGORÍFICO JB

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Lula chega ao Recife nesta quinta (24) para três dias de agenda

(Na passagem da Caravana por Arapiraca (AL), Lula andou em carro de boi Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula)

O ex-presidente Lula chega ao Recife nesta quinta-feira (24) para mais uma etapa da sua “Caravana pelo Brasil”. Nessa quarta (23.08), o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) recebeu o processo em que o petista foi condenado a nove anos e seis meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro no caso que envolve o apartamento tríplex no Guarujá, em São Paulo. Não há previsão para decisão sobre recursos apresentados pelo ex-presidente e pelas outras partes do processo. Lula foi condenado em primeira instância pelo juiz da 13ª Vara Federal, Sérgio Moro, em 12 de julho.

O primeiro compromisso oficial de Lula no Estado será às 15h, em uma visita ao Museu do Cais do Sertão, no Recife Antigo. Um encontro com a ex-primeira-dama Renata Campos também está previsto, porém não foi confirmado pela assessoria do petista. A reunião teria caráter pessoal, pois Lula gostaria de retribuir a visita feita por Renata a ele durante o internamento da ex-primeira-dama Marisa Letícia, em fevereiro, em São Paulo, antes do seu falecimento. Lula confidenciou a pessoas próximas que ficou “bastante tocado” com a atitude de Renata.

O dia mais movimentado de Lula em Pernambuco será nesta sexta (25). Às 10h, o petista vai a Ipojuca, onde participa de um ato em defesa da indústria naval, na faculdade Fajolca, reunindo trabalhadores de sete categorias. Em Ipojuca, a pauta da privatização da Eletrobrás deverá ser abordada. Funcionários da Chesf entregarão um documento pedindo empenho de Lula sobre a causa.

Na sexta (25) à tarde, o petista participará, no Pátio do Carmo, de um ato organizado pela Frente Brasil Popular, que reúne forças políticas de esquerda. Entre os temas abordados, estão a oposição ao governo de Michel Temer (PMDB) e o combate às reformas apresentadas pelo peemedebista.

A passagem de Lula por Pernambuco se encerra sábado (26), com uma visita, pela manhã, a pescadores, marisqueiras e à comunidade, revitalizada com recursos do seu governo. O ex-presidente já tem data para retornar ao Estado. Será no dia 31 de agosto, num intervalo entre visitas ao Ceará e Piauí. Lula deverá fazer um ato em Ouricuri ou Granito, no Sertão do Araripe.

A Caravana pelo Brasil tem, entre os seus objetivos, revisitar obras que podem ser consideradas legados do seu governo. Em Pernambuco, o petista deixou de fora a Transposição do Rio São Francisco e a ferrovia Transnordestina, ambas inacabadas. “Pela distância das cidades, não dá para fazer tudo de uma vez”, disse o presidente do PT-PE, Bruno Ribeiro. A deputada estadual Teresa Leitão (PT) lembrou da visita de Lula e Dilma Rousseff a Monteiro (PB), em março deste ano, à obra da Transposição, contemplando a agenda.

PROTESTO: O ex-presidente enfrentará protestos no Recife. O grupo Direita Pernambuco, cuja página no Facebbok tem citações ao deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), organiza para sexta-feira (25), às 16h, um ato na Praça do Derby, reduto de movimentos de esquerda. “Será um ato de repúdio ao ex-presidente. Vamos cobrar que ele pague pelos crimes que já foi condenado e se justifique pelos ainda vai ser”, disse o presidente do grupo, Leandro Quirino. 

Via: JC Online - Por Mariana Araújo