CLIMAGEM

CLIMAGEM

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Dois integrantes de quadrilha que explodiu carro-forte na PE-365 são mortos e sete são presos, diz polícia

Espingardas, revólveres e fuzis foram apreendidos pela polícia (Foto: Divulgação/Polícia Militar)

As buscas das polícias Civil e Militar pelos integrantes da quadrilha envolvida na explosão de um carro-forte na PE-365, em Santa Cruz da Baixa Verde, no Sertão de Pernambuco, resultaram na morte de dois deles e na prisão de outros sete homens. Os detalhes do crime, que ocorreu na sexta-feira (18.08), e da operação policial que o sucedeu foram divulgados em coletiva de imprensa no Recife nesta segunda-feira (21.08). 

O carro-forte seguia para Triunfo quando foi alcançado na rodovia estadual pelos bandidos, que utilizaram atiraram no veículo com armamento pesado e depois usaram explosivos para pegar o dinheiro. O motorista fugiu e a Polícia Militar chegou em seguida. A quadrilha ainda fez refém o motorista de um caminhão, que foi morto pelos bandidos.

“O Gati [Grupo de Apoio Tático Itinerante] e a Rocam [Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas], ao se aproximarem do veículo, presenciaram esse momento triste em que tiraram a vida do refém”, contou o tenente Girley Figueiredo, do 14º Batalhão da Polícia Militar.

Durante a operação, a quadrilha entrou na caatinga. De acordo com a PM, durante a perseguição policial, o grupo reagiu e dois integrantes da quadrilha foram atingidos e morreram. Ao todo, sete homens foram presos. Todos são de Pernambuco, mas agiam em outros estados e já tinham passagem pela polícia.

“Nós fizemos os bloqueios em todas as rotas que poderiam ser utilizadas como fuga. Com o elemento que tombou, foram verificadas no aparelho celular dele algumas informações que nos levaram à prisão de dois elementos. Eles indicaram o local de refúgio deles. Quando chegamos esse local, na madrugada da sexta [18] para o sábado[19], um dos elementos que estavam lá reagiram à abordagem policial e foi almejado”, explicou o tenente-coronel Jamerson Pereira, do Batalhão Especial em Policiamento Interior (Bepi).

Entre os materiais apreendidos, estão quatro carros roubados, quatro fuzis, três espingardas, dois revólveres, explosivos e munição. “Nós tivemos, nesse curto espaço de tempo, a desarticulação de toda a organização criminosa e a apreensão de todo o material bélico. Eles foram autuados por organização criminosa, roubo qualificado, porte ilegal de arma de fogo com a qualificadora de arma de uso restrito das Forças Armadas”, afirmou o chefe da Polícia Civil de Pernambuco, Joselito Kehrle.

Do G1/Caruaru