CLIMAGEM

CLIMAGEM

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

sábado, 29 de julho de 2017

Reitor é ameaçado de morte caso entregue honraria a Lula

Um caso de intolerância política foi denunciado pelo reitor da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), Jairo José Campos. O professor disse que foi ameaçado de morte, caso a instituição conceda o título Doutor Honoris Causa para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Apesar do acontecimento, a honraria será entregue a Lula durante agenda que ele deve cumprir em agosto próximo no Nordeste. 

Ele contou o episódio, nesta quinta-feira por meio de sua página de Facebook. De acordo com o relato, ele voltava do almoço para a reitoria quando a secretária executiva da Uneal recebeu uma ligação, às 14h30. “Uma ligação no telefone fixo da instituição, ameaçatória, destinada a mim, afirmando que eu seria um homem morto no primeiro dia após a concessão do título de Doutor Honoris Causa ao ex-presidente Lula”, expôs.

Ele explicou que a concessão da honraria foi aprovada por todo o Conselho Superior da universidade, no ano de 2012, e que aconteceu “democraticamente”. Também avisou que comunicou ao governador do estado, Renan Filho (PMDB), e para a Secretaria de Defesa Social com o objetivo de que as providências cabíveis sejam tomadas. 

Jairo ainda lamentou essas “posturas fraudadas no ódio e contra a integridade e dignidade humana”. “Comunico aos meus familiares e amigos que tenho buscado a tranquilidade que o caso requer e, como homem público que sou, estou sob controle e proteção do Estado. Espero continuar seguindo o curso da vida e de minha missão concedida pela maioria da comunidade acadêmica da Universidade". 

A Ufal também emitiu nota em apoio ao reitor manifestando solidariedade e repúdio. “Vivemos tempos em que grupos conservadores alimentam o ódio político contra pessoas e instituições e não podemos aceitar que os tempos de trevas que foram varridos pela luta popular retornem para impor silêncio e medo", destacou.

Via PE Notícias