CLIMAGEM

CLIMAGEM

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Janot pede abertura de novo inquérito contra FBC

O senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) voltou a ser alvo de pedido de investigação por parte do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. O procurador solicitou ao Supremo Tribunal Federal (STF) abertura de novo inquérito para investigar o parlamentar com base na delação da Odebrecht.

No pedido, enviado ao ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo, na última segunda-feira (24), o procurador menciona suspeitas levantadas pelos delatores, que firmaram acordo de colaboração premiada com o Ministério Público Federal. 

Segundo Janot, os dois delatores afirmaram que, durante a execução das obras do Cais V e do Píer Petroleiro no Porto de Suape, o senador e o então governador "foram beneficiados por propinas paga pelas empreiteiras Odebrecht, OAS e Andrade Gutierrez". 

Por meio de nota, a defesa do senador informou que "desconhece o teor do pedido da PGR" e que "os conteúdos das delações dos ex-executivos são absolutamente inverídicos".

"A defesa do senador Fernando Bezerra Coelho, representada pelo advogado Andre Luís Callegari, afirma, em primeiro lugar, que não foi comunicada oficialmente sobre abertura de inquérito e desconhece o teor do pedido da PGR. Acrescenta ainda que os conteúdos das delações dos ex-executivos são absolutamente inverídicos. A defesa do senador reforça que todas as doações feitas à campanha dele cumpriram rigorosamente a legislação e todas as contas foram devidamente apresentadas e aprovadas pela Justiça Eleitoral. O senador sempre trabalhou, única e exclusivamente, pelo desenvolvimento do país e do estado de Pernambuco, e está à disposição para esclarecer quaisquer questões no devido momento processual."

Fonte: FolhaPE