CLIMAGEM

CLIMAGEM

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

segunda-feira, 31 de julho de 2017

Força-tarefa para assegurar Adutora do Agreste

Diante do anúncio de cortes de R$ 7 bilhões no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o governador Paulo Câmara (PSB) afirmou, durante o seminário Pernambuco em Ação deste sábado, em Caruaru, que a medida poderia afetar a Adutora do Agreste. No entanto, na sua visão, não deverá haver contingenciamento, já que a obra foi destravada recentemente e já existem 20 frentes de trabalho atuando a pleno vapor.

De acordo com o deputado federal João Fernando Coutinho (PSB), todas as emendas dos parlamentares de Pernambuco foram pactuadas para servir de orçamento à execução da adutora.

Só no Pernambuco em Ação, a obra recebeu aporte de R$ 226 milhões. O projeto consiste na implantação de adutoras para abastecer os municípios de Bezerros, Gravatá, São Bento do Una, Lajedo, Cachoeirinha e Brejo da Madre de Deus, com extensão total de 152 quilômetros. O prazo para execução é de 720 dias, após a emissão da ordem de início dos serviços.

“O que mais nos preocupa, em relação aos cortes do PAC, é que não aconteça contingenciamento à Adutora do Agreste. Ela é uma obra fundamental na questão do abastecimento de água de toda a região do Agreste. Estamos em pleno andamento com ela. Conseguimos estabelecer mais de 20 frentes de trabalho, o dinheiro ainda está muito irregular, os repasses, e a gente espera que não haja nenhum tipo de contingenciamento”, explicou o governador.

O projeto deverá beneficiar 60 municípios na região com abastecimento de água. “A Adutora do Agreste é obra prioritária, é emenda de bancada de Pernambuco escolhida pelo conjunto dos parlamentares em acordo com o próprio governo”.

No que depender da bancada estadual, nós não vamos deixar faltar recursos. São cerca de R$ 120 milhões da Câmara Federal e nós esperamos que não haja descontinuidade nos repasses”, declarou João Fernando Coutinho, que se encontrará com o ministro da Integração, Hélder Barbalho (PMDB), para tratar desse assunto, nas próximas semanas.

Via PE Notícias