CLIMAGEM

CLIMAGEM

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

sábado, 8 de julho de 2017

Fenearte promove um mergulho na tradição e na cultura popular


Eronildo José tem 37 anos e já é mestre. De Sirinhaém, desde os 21 anos, Mestre Nido passou a fazer esculturas em madeira. “Vi algumas peças pela primeira vez quando passava de carro perto de Nossa Senhora do Ó. O carro estava devagar porque era perto de uma lombada e eu fiquei encantado. Desde então faço”, é assim que Mestre Nido conta como começou a burilar seu talento.

Mestre Nido é um dos 63 artesões convidados a expor na Alameda dos Mestres, primeiro corredor da Feira Nacional de Negócios do Artesanato, a Fenearte, que teve sua edição de maioridade aberta na tarde desta quinta-feira (06.07). A feira fica no Centro de Convenções, em Olinda, até dia 16.

O estande de Eronildo é facilmente identificado por um vaqueiro de cerca de 2,30m de altura. A escultura, iniciada em fevereiro, ainda está a dois meses de ser concluída, mas já cativa. “É Raimundo Jacó, primo de Gonzaga”, apresenta Nido. O espaço, entretanto, não possui peças somente suas. “Existem muitas peças dos meus alunos aqui também”, conta.

Desde 2003, o mestre dá aulas gratuitamente para interessados a partir de 15 anos em Sirinhaém, através do Instituto Jardim das Artes, que busca manter a tradição. O valor das peças vai para os aprendizes, retirando 20% ou 30% que custeiam a manutenção do instituto. “Assim todos ganham e permanecem ganhando”.

A feira reúne mais de cinco mil expositores. É um verdadeiro mundo concentrado em 30 mil m², que foram organizados, pela primeira vez, de acordo com os tipos de artesanato. O corredor um traz as cerâmicas; o dois, as peças em madeira, que junto com metal, tela e vidro formam o terceiro corredor.

Papel, sintético, borracha, fibra, têxtil, prefeituras e associações, os produtos divididos por estados e países, todos esses itens compõem as demais setorizações do lugar, totalizando 20 corredores. Para saber os detalhes da agenda consulte o perfil @agendafenearte no Instagram.

requentadora assídua, a médica Ava Holanda, 59, parou no primeiro estande para comprar miniaturas em barro de São Franscisco de Assis que vai enviar a alguns amigos. “Vai até para gente de fora do Estado. Eu gosto muito daqui, venho todos os anos e mais de uma vez. Gosto muito de artesanato”, detalha.

A economista Andréa Almeida vai à feira por gostar de valorizar a arte popular. "É uma coisa nossa, e é única na forma que se faz", ressalta. Andréa se encantou por um brinquedo de madeira feito com minúcia. “Eu achei lindo. Vou levar para o meu sobrinho, gosto de passar essa tradição adiante”, confessa.

Apesar das portas do Centro de Convenções já estarem abertas desde às 14h de ontem ao público, o governador Paulo Câmara abriu oficialmente a 18ª edição da Fenearte pouco depois das 15h. “Me sinto homenageado em ser o governador a abrir a feira em sua maioridade”, disse o governador em seu pronunciamento. Na parte externa, estão os Salões de Arte Popular Ana Holanda e de Arte Religiosa, assim como a Galeria dos Reciclados, que vai premiar a escultura mais votada pelo público.

Serviço:
Fenearte 2017
Até 16 de julho. Horário: 14h às 22h (segunda a sexta)/ 10h às 22h (sábado e domingo)
Centro de Convenções, Olinda
R$ 10 e R$ 5 (meia), de segunda a quinta/ R$ 12 e R$ 6 (meia), de sexta a domingo, à venda nas bilheterias do evento, Centro de Artesanato de Pernambuco e nos shoppings RioMar (Riachuelo), Shopping Recife (quiosque Ticket Folia), Tacaruna (Riachuelo), Guararapes(Ticket Folia), Boa Vista (Riachuelo)
Informações: (81) 3181-3454
Fique por dentro:

Transporte
Estacionamento do Cecon ocorrerá apenas pela Av. Agamenon Magalhães, a saída será pela Av. Professor Andrade Bezerra (continuação da Estrada de Belém). São 3.500 vagas no Cecon e Fábrica Tacaruna. Os carros pagarão R$ 7,50 das 7h à 0h. Traslado: Serviço de micro-ônibus gratuitos a cada 15 min do Shopping Tacaruna até o Centro de Convenções. Dias da semana (das 14h às 22h30). Sáb. e domingos (das 10h às 22h30). Expresso Fenearte - Micro-ônibus com saída do RioMar Shopping até o Centro de Convenções de Pernambuco (gratuito). Das 13h às 23h, de segunda a sexta, e das 9h às 23h nos finais de semana, sempre da "Saída B", no RioMar para o Cecon. Pagamento do estacionamento no RioMar não será progressivo. Viagens a cada 30 minutos.

Alimentação
Na Praça de Alimentação, 12 restaurantes e quatro food trucks. Entre eles, Bar da Fava, Casa do Pará, Acarajé da Bahia e o Rei das Coxinhas de Gravatá. Ao longo da feira, 26 estandes e quiosques de alimentação artesanal, além de seis food bikes com lanches rápidos posicionadas perto das praças de descanso. Em dois espaços, um na parte inferior e outro maior no mezanino, a Santo Expresso Café comercializará tapiocas e refeições completas. 

Aplicativo
Localização dos expositores, grade completa de programação, orientação sobre o mapa, informações sobre os espaços estão no aplicativo desenvolvido por seis alunos do terceiro ano do Ensino Médio Integrado do curso de Manutenção e Suporte em Informática da Escola Técnica Estadual (ETE) Maria José Vasconcelos. Disponível para download para aparelhos Android, iOS e Windows Phone no endereço app.vcfenearte2017. Os visitantes da Fenearte terão acesso gratuito à internet via Wi-Fi na área do mezanino. 

FolhaPE