CLIMAGEM

CLIMAGEM

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

SENHORINHA GÁS

SENHORINHA GÁS
O GÁS MAIS BARATO DA CIDADE

LOJA D' BRUM

LOJA D' BRUM

CLÍNICA ODONTOLÓGICA ANTÔNIA LOPES

CLÍNICA ODONTOLÓGICA ANTÔNIA LOPES
CIRURGIÃO DENTISTA DR. FÁBIO LOPES

CLÍNICA E LABORATÓRIO 'JAQUES'

CLÍNICA E LABORATÓRIO 'JAQUES'

POSTO DR COMBUSTÍVEIS

POSTO DR COMBUSTÍVEIS

LANCHONETE PATRIOTA

LANCHONETE PATRIOTA

NEGUINHA SALGADOS

NEGUINHA SALGADOS

Dra. MARIA RAPHAELA COUTO

Dra. MARIA RAPHAELA COUTO

DR. ÉRICO HEBERT

DR. ÉRICO HEBERT

DR. JEFFERSON TÉCIO

DR. JEFFERSON TÉCIO

FRIGORÍFICO JB

sexta-feira, 7 de julho de 2017

De olho em 2018, Lula programa visita ao Nordeste

O presidente do PT de Pernambuco, Bruno Ribeiro, se reuniu com o ex-presidente Lula nesta quinta-feira (06.07) e anunciou que o líder petista vai fazer uma viagem pelo Nordeste nos próximos meses, a um ano das eleições de 2018. Lula deve ser o candidato do partido à presidência, mas aliados reconhecem que o nome dele na disputa está ameaçado pela Operação Lava Jato – réu, ele pode ser declarado ficha suja caso haja uma condenação em segunda instância até lá.

O partido ainda defende a convocação de eleições diretas antes das que estão previstas para 2018. Se Michel Temer (PMDB) deixar a presidência hoje, seja renunciando – o que ele afirmou que não vai fazer – ou por condenação, quem assume provisoriamente é o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que deverá convocar eleições indiretas. Há, porém, uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para mudar o sistema para voto popular nesse caso.

“A conversa foi sobre a profunda crise atual e sobre a única saída defensável, que é a devolução ao povo brasileiro da decisão sobre quem preside o País, através das Diretas Já”, disse Bruno Ribeiro sobre a reunião.

Lula esteve na Paraíba em março, com a ex-presidente Dilma Rousseff (PT), para um ato político de “reinauguração” do eixo leste da transposição do rio São Francisco. Com uma movimentação de Temer para usar a entrega da obra para melhorar a popularidade na região, onde o peemedebista tem menor aceitação, o petista cobrou a paternidade do projeto. No palanque, já foi tratado por aliados e pela militância do partido como candidato em 2018 e chegou a afirmar: “Eles peçam a Deus para eu não ser candidato”. Por causa do tom, o subprocurador-geral da República Francisco Vieira Sanseverino protocolou uma representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em maio contra o ele por por propaganda eleitoral antecipada e pediu aplicação de multa.

“Falamos sobre Pernambuco e sobre uma viagem que Lula fará por todo o Nordeste nos próximos meses. Também sobre a disposição dele de ajudar a construir os caminhos no Estado, junto com o partido e suas instâncias”.

Essa semana, o senador pernambucano Humberto Costa, líder da oposição na Casa, levou a vereadora do Recife Marília Arraes para um encontro com Lula em São Paulo. O nome dela é cotado para tentar a eleição para o Governo de Pernambuco, apesar de ser filiada ao PT há apenas um ano e meio, depois de sair do PSB por brigas com o grupo do primo Eduardo Campos. Após duas eleições sem lançar candidatos ao cargo – em 2010 estava na chapa de Eduardo e em 2014 com o atual senador Armando Monteiro, do PTB -, o Partido dos Trabalhadores tem defendido ter um nome próprio.

Via PE Notícias