CLIMAGEM

CLIMAGEM

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

LOJA FRANCK ELETRO

LOJA FRANCK ELETRO

DRA. ANA CLÁUDIA XAVIER - FISIOTERAPEUTA

DRA. ANA CLÁUDIA XAVIER - FISIOTERAPEUTA

FRIGORÍFICO J & R CARNES & CIA

FRIGORÍFICO J & R CARNES & CIA

Italínea

Italínea
BREVE EM PETROLÂNDIA

PANIFICADORA DOCE PÃES

PANIFICADORA DOCE PÃES

CHURRASCARIA COME-SE BEM

CHURRASCARIA COME-SE BEM

SENHORINHA GÁS

SENHORINHA GÁS
O GÁS MAIS BARATO DA CIDADE

LOJA D' BRUM

LOJA D' BRUM

CLÍNICA ODONTOLÓGICA ANTÔNIA LOPES

CLÍNICA ODONTOLÓGICA ANTÔNIA LOPES
CIRURGIÃO DENTISTA DR. FÁBIO LOPES

CLÍNICA E LABORATÓRIO 'JAQUES'

CLÍNICA E LABORATÓRIO 'JAQUES'

POSTO DR COMBUSTÍVEIS

POSTO DR COMBUSTÍVEIS

LANCHONETE PATRIOTA

LANCHONETE PATRIOTA

NEGUINHA SALGADOS

NEGUINHA SALGADOS

Dra. MARIA RAPHAELA COUTO

Dra. MARIA RAPHAELA COUTO

DR. ÉRICO HEBERT

DR. ÉRICO HEBERT

DR. JEFFERSON TÉCIO

DR. JEFFERSON TÉCIO

FRIGORÍFICO JB

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Menina de 2 anos morre depois de sofrer abuso sexual em Paulo Afonso; padrasto é preso

Uma criança de 2 anos morreu depois de sofrer abusos sexuais em Paulo Afonso. Segundo a Polícia Civil, o crime aconteceu na manhã desta sexta-feira, dia 16, no Bairro Tancredo Neves – BTN.   Após o suposto estupro e violência sexual, a criança identificada pelo nome de Maria Eduarda foi levada ao Hospital Municipal de Paulo Afonso, mas infelizmente sofreu sete paradas cardíaca e veio a óbito. O corpo da garota ainda encontra-se na unidade hospitalar.

O acusado conhecido como ‘Bibi’ tem 59 anos e foi preso pela PM. Ele nega o crime (Foto: Leitor PA4 – Via Whatsapp) 

A guarnição Zumbi, da Polícia Militar (20ºBPM) prendeu o acusado identificado como Valderi Eloi Bonfim, vulgo “Bibi”, 59 anos, que é padrasto da vítima – ele convive com a mãe da criança há apenas um mês. “Bibi” nega o crime. Segundo informações da polícia foram identificados sinais de hematomas no corpo da garota.   

Agora a pouco, um tio da criança informou que a médica que a atendeu confirmou que a garota foi mesmo agredida e abusada. “Ele (o acusado) contou pra gente que deu banho na criança, e depois que colocou ela na cama, a menina começou a se bater, a criança gritou, foi isso que ele disse. Nós estamos implorando por justiça”, afirmou. O tio também disse que a mãe tem problemas psicológicos, mas que ela não aceita e, por isso, não toma remédios.   Neste momento, a mãe de Maria Eduarda está sendo ouvida na Delegacia de Polícia.   A qualquer momento novas informações. 

Via PA4/Ozildo Alves