CLIMAGEM

CLIMAGEM

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

SENHORINHA GÁS

SENHORINHA GÁS
O GÁS MAIS BARATO DA CIDADE

LOJA D' BRUM

LOJA D' BRUM

CLÍNICA ODONTOLÓGICA ANTÔNIA LOPES

CLÍNICA ODONTOLÓGICA ANTÔNIA LOPES
CIRURGIÃO DENTISTA DR. FÁBIO LOPES

CLÍNICA E LABORATÓRIO 'JAQUES'

CLÍNICA E LABORATÓRIO 'JAQUES'

POSTO DR COMBUSTÍVEIS

POSTO DR COMBUSTÍVEIS

LANCHONETE PATRIOTA

LANCHONETE PATRIOTA

NEGUINHA SALGADOS

NEGUINHA SALGADOS

Dra. MARIA RAPHAELA COUTO

Dra. MARIA RAPHAELA COUTO

DR. ÉRICO HEBERT

DR. ÉRICO HEBERT

DR. JEFFERSON TÉCIO

DR. JEFFERSON TÉCIO

FRIGORÍFICO JB

terça-feira, 13 de junho de 2017

Mais de 100 mil menores estão em situação de trabalho infantil em Pernambuco, diz Superintendência Regional



Em Pernambuco, existem 109 mil crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil, segundo a Superintendência Regional do Trabalho em Pernambuco (SRT-PE). O Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, celebrado nesta segunda-feira (12.06), foi instituída em 2002, pela Organização Internacional do Trabalho, quando foi apresentado o primeiro relatório global sobre o tema. Para marcar a data, diversas instituições realizam ações de sensibilização pelo fim da exploração infantil, no Centro do Recife e na Zona Oeste da capital.

No Brasil, a data foi instituída como Dia Nacional de Combate ao Trabalho Infantil em 2007, pela Lei nº 11.542. O Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil em Pernambuco (Fepetipe) e a SRT-PE realizam, na manhã desta segunda, uma ação de sensibilização na Praça do Derby, centro do Recife. De acordo com a auditora fiscal Roberta Câmara, existem regras para que se configure trabalho infantil.

“De 2007 a 2016, no estado, foram registrados cerca de 200 acidentes fatais por causa do trabalho infantil. São pessoas que trabalham na construção civil, no corte de cana, descascando mandioca. Sujeitas a todo tipo de acidente. A partir de 14 anos, é permitida a atividade como aprendiz, mas a partir de um contrato e sob uma série de proteções legais unindo a teoria à prática do trabalho”, disse Roberta.

No Derby, a SRT-PE distribui panfletos e gibis, com ações para as próprias crianças e para os adultos. No Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco (Ceasa-PE), na Zona Oeste da capital, a ação é capitaneada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), com capacitação de operadores de mercado e trabalhadores da limpeza que trabalham no centro.

Será realizada uma ação educativa junto ao público que frequenta o local, com o apoio de um ônibus adaptado para a realização de palestras e exibição de vídeos sobre o tema. Segundo o Ministério da Saúde apontam, entre 2007 e 2016, 22.349 crianças e adolescentes de cinco a 17 anos foram vítimas de acidentes do trabalho.

Nesse período, 552 crianças e adolescentes tiveram a mão amputada, 994 sofreram fraturas do punho e da mão, 631 tiveram traumatismos no tornozelo e nos pés e 200 morreram no ambiente de trabalho.

Via PE Notícias