CLIMAGEM

CLIMAGEM

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

LOJA FRANCK ELETRO

LOJA FRANCK ELETRO

DRA. ANA CLÁUDIA XAVIER - FISIOTERAPEUTA

DRA. ANA CLÁUDIA XAVIER - FISIOTERAPEUTA

FRIGORÍFICO J & R CARNES & CIA

FRIGORÍFICO J & R CARNES & CIA

Italínea

Italínea
BREVE EM PETROLÂNDIA

PANIFICADORA DOCE PÃES

PANIFICADORA DOCE PÃES

CHURRASCARIA COME-SE BEM

CHURRASCARIA COME-SE BEM

SENHORINHA GÁS

SENHORINHA GÁS
O GÁS MAIS BARATO DA CIDADE

LOJA D' BRUM

LOJA D' BRUM

CLÍNICA ODONTOLÓGICA ANTÔNIA LOPES

CLÍNICA ODONTOLÓGICA ANTÔNIA LOPES
CIRURGIÃO DENTISTA DR. FÁBIO LOPES

CLÍNICA E LABORATÓRIO 'JAQUES'

CLÍNICA E LABORATÓRIO 'JAQUES'

POSTO DR COMBUSTÍVEIS

POSTO DR COMBUSTÍVEIS

LANCHONETE PATRIOTA

LANCHONETE PATRIOTA

NEGUINHA SALGADOS

NEGUINHA SALGADOS

Dra. MARIA RAPHAELA COUTO

Dra. MARIA RAPHAELA COUTO

DR. ÉRICO HEBERT

DR. ÉRICO HEBERT

DR. JEFFERSON TÉCIO

DR. JEFFERSON TÉCIO

FRIGORÍFICO JB

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Carvoaria clandestina é descoberta em Petrolina após denúncia

Nesta quinta-feira (22.06), a Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA) de Petrolina foi acionada através de denúncia para localizar uma fábrica clandestina de carvão artesanal e irregular. A carvoaria fica a cerca de 200 metros do rio São Francisco, em uma área considerada de preservação permanente de vegetação.

No local foram encontrados cerca de dez metros cúbicos de carvão, cinco de lenha, além de uma cabana improvisada. A AMMA estima que o carvão estava neste processo durante cerca de dez dias. Para destruir o material foi preciso auxílio de um trator. A ação contou também com o suporte do Corpo de Bombeiros. De acordo com o Diretor de Fiscalização e Educação Ambiental da AMMA, Wagner Linhares, a prática configura pelo menos três crimes. “Desmate de vegetação, ou seja, supressão dessa vegetação em área de preservação permanente, a produção a partir dela de lenha e consequentemente carvão. Nesses casos, o responsável pode responder criminalmente com até três anos de reclusão, além do pagamento de multa”.

A operação ainda não identificou os criminosos e por isso ninguém foi preso. Para inibir a prática, a AMMA pretende reforçar a fiscalização. “Existe a necessidade e proposta até de realização de campanas noturnas, para que a gente possa identificar esses criminosos”, finalizou Wagner.

Via G1