CLIMAGEM

CLIMAGEM

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Bebê morre após parto no Hospital de Recife; família culpa demora no atendimento do Hospital de Petrolândia

Velório da criança na quadra 10 de Petrolândia/📹Foto: Reprodução

Um bebê morreu depois do parto no Hospital Agamenon Magalhães em Recife, PE. A família de Francisco Matheus Xavier, pai da criança, acusa o Hospital Municipal de Petrolândia pela demora e negligência durante o atendimento de transferência para a cidade do Recife.

Entenda o caso 

Após a gestante Rosiete Ferreira, mãe do bebê, fazer o acompanhamento de Pré Natal na unidade hospitalar de Petrolândia, foi constatado que a gravidez era de risco devido o bebê ser diagnosticado pelo obstetra com problemas cardíacos. 

Em conversa com a nossa reportagem a avó paterna da criança a Sra. Maria Eunice, 52 anos, residente na Agrovila 01 do Bloco 02, a mesma relata que após a criança ser diagnosticada como Cardiopata a unidade hospitalar de Petrolândia, garantiu que a gestante iria realizar acompanhamento por meio de TFD na cidade de Recife, devido a complexidade da gestação de sua nora, ela afirmou que isso nunca aconteceu, quando foi na manhã desta quarta-feira (14.06), por volta das 10h a gestante deu entrada no pronto socorro do hospital de Petrolândia, em inicio de trabalho de parto permanecendo na unidade até ás 17h, após muita discussão por parte da família e atendes no hospital para que a jovem fosse transferida até a cidade do Recife, visando um melhor acompanhamento médico mais adequado a gestante conseguiu transferência. Chegando a cidade do Recife a jovem em trabalho de parto e se sentindo muito mal foi atendida no Hospital Agamenon Magalhães, tendo realizado um parto normal do bebê mais a criança que era uma linda menina, não resistiu e veio a óbito, na manhã dessa quinta-feira (15.06). 

Ainda segundo a avó paterna do bebê os médicos que atenderam a mãe da criança afirmaram que a complicação do parto foi devido a demora de transferência da gestante e que o caso era necessário um parto cesário de urgência no próprio hospital de Petrolândia já que o bebê já estava 07 meses de idade gestacional. 

O sepultamento sob forte comoção do bebê foi realizado ás 09h00 desta sexta-feira (16.06) no Cemitério Municipal São Francisco de Assis em Petrolândia. 

Por meio de redes sociais (facebook) a avó paterna do bebê também se manifestou veja:





Redação do Blog Petrolândia Notícias
Informações: Maria Eunice Conceição