CLIMAGEM

CLIMAGEM

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

LOJA FRANCK ELETRO

LOJA FRANCK ELETRO

FRIGORÍFICO J & R CARNES & CIA

FRIGORÍFICO J & R CARNES & CIA

Italínea

Italínea
BREVE EM PETROLÂNDIA

PANIFICADORA DOCE PÃES

PANIFICADORA DOCE PÃES

CHURRASCARIA COME-SE BEM

CHURRASCARIA COME-SE BEM

SENHORINHA GÁS

SENHORINHA GÁS
O GÁS MAIS BARATO DA CIDADE

LOJA D' BRUM

LOJA D' BRUM

CLÍNICA ODONTOLÓGICA ANTÔNIA LOPES

CLÍNICA ODONTOLÓGICA ANTÔNIA LOPES
CIRURGIÃO DENTISTA DR. FÁBIO LOPES

CLÍNICA E LABORATÓRIO 'JAQUES'

CLÍNICA E LABORATÓRIO 'JAQUES'

POSTO DR COMBUSTÍVEIS

POSTO DR COMBUSTÍVEIS

LANCHONETE PATRIOTA

LANCHONETE PATRIOTA

NEGUINHA SALGADOS

NEGUINHA SALGADOS

Dra. MARIA RAPHAELA COUTO

Dra. MARIA RAPHAELA COUTO

DR. ÉRICO HEBERT

DR. ÉRICO HEBERT

DR. JEFFERSON TÉCIO

DR. JEFFERSON TÉCIO

FRIGORÍFICO JB

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Pesquisadora cria a ‘Umbuzada em Pó’. O fruto poderá serconsumido o ano inteiro no Sertão


A umbuzada é um alimento muito apreciado no nordeste brasileiro e a safra do umbu é bem curta e está cada vez mais escassa com a seca. Uma pesquisadora de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, criou a umbuzada em pó, para que o consumo da fruta possa ser feito em todas épocas do ano . A ideia já está sendo patenteada e deve ser lançada no mercado.


A professora do Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF sertão-PE), Emanoela Monteiro, produziu a umbuzada em pó e aposta deu certo. “O intuito era fazer justamente que essa umbuzada, que é um produto muito apreciado pelo nordestino, pudesse ser consumido durante todo o ano, já que o umbu tem um período curto. A safra dele é mais ou menos de três meses. Aquelas pessoas que são apaixonadas por umbuzadas tendo a umbuzada em pó, ela pode consumir em pó durante todo o ano”.

No laboratório experimental de alimentos é feito todo o processo de fabricação da umbuzada em pó. O primeiro passo é pesar o fruto. Em seguida, o umbu vai para uma máquina para fazer a lavagem e depois seguir para o cozimento. Após, o umbu vai para a despolpadeira. Após pronta a polpa, basta colocar para secar.

A última etapa de produção é colocar a polpa seca em um triturador e depois em uma peneira e finalmente fica pronta a polpa de umbuzada em pó. “A partir de agora basta acrescentar água bater no liquidificador e se deliciar”, explica Emanuela.


Segundo a pesquisadora, ela vai patentear o produto e lançar no mercado consumidor. “Já está na fase onde alguma empresa que se interesse pela tecnologia, a gente vai entrar em uma negociação e a partir daí essa umbuzada em pó ela pode ser comercializada, distribuída para o Brasil e quem sabe, para o mundo”, ressalta.

Do G1 Petrolina